Sociedade

ESTUPRO

Pastor da Assembleia de Deus é preso por estuprar menina de 7 anos

Ele foi flagrado em cima da vítima e só não houve penetração porque foi flagrado pela irmã da vítima, que o encontrou em cima da irmã, numa cama, em posição sexual. A criança foi encaminhada ao Instituto Médico Legal de Araraquara para a realização de exames.

quinta-feira 7 de dezembro| Edição do dia

Na madrugada desta quarta-feira, 6, um pastor de 43 anos foi preso suspeito de estuprar uma menina de 7 anos de idade, em São Paulo.

Ele foi flagrado em cima da vítima e só não houve penetração porque foi flagrado pela irmã da vítima, que o encontrou em cima da irmã, numa cama, em posição sexual.
A criança foi encaminhada ao Instituto Médico Legal de Araraquara para a realização de exames.

O pastor, da igreja Assembleia de Deus, não é o primeiro pastor ou membro da igreja suspeito ou acusado de envolvimento em casos nojentos de pedofilia, estupro ou demais práticas criminosas, contra crianças e mulheres. Mais contraditório ainda também é o envolvimento da polícia militar em “investigar” e punir este tipo de prática, que também é muito frequente dentro da própria instituição da polícia.

Esse é mais um dos casos em que deveria ser garantido que os crimes cometidos fossem levados a júri popular ao invés de serem julgados pela polícia, para que casos esdrúxulos como este não caiam na impunidade.

Seguimos na luta contra qualquer tipo de abuso, violência ou exploração sexual.




Tópicos relacionados

Estupro   /    Sociedade

Comentários

Comentar