CAXIAS DO SUL

Passagem de ônibus em Caxias do Sul vai para R$ 4,25 com absurdo aumento de R$ 0,30

segunda-feira 11 de março| Edição do dia

Nesta segunda-feira (11) entrou em vigor o aumento na tarifa do transporte coletivo em Caxias do Sul. O já alto valor que antes era de R$ 3,95 passa para absurdos R$ 4,25. Sendo assim, o passe estudantil ficará em R$ 2,12. Guerra continua a beneficiar a VISATE às custas dos trabalhadores e jovens de Caxias do Sul.

O reajuste foi definido a partir de cálculos da Secretaria de Transito, Transporte e Mobilidade (STTM) com base em critérios estabelecidos pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), foi aprovado pelo prefeito Daniel Guerra (PRB) e anunciado na última sexta-feira (8). Guerra, apesar de sua demagogia na campanha eleitoral contra o monopólio da Visate, continua a beneficiar estes magnatas do transporte acatando seus pedidos para aumento da tarifa de Transito.

Os usuários que utilizam a bilhetagem eletrônica, o cartão, têm até 60 dias para gastar seus créditos adquiridos antes do ajuste, ainda com o valor antigo. Quem for recarregar a partir de hoje já passa a pagar a nova tarifa.

Se dependesse da Visate o reajuste seria ainda maior, de R$ 0,51, uma sede de lucros sem tamanho. Para garantir o lucro da empresa algumas medidas foram tomadas para baratear os custos, como entre 2014 e 2016 em que mais de 11 milhões de reais em isenção foram concedidos à empresa. Isenção do mesmo tipo foi proposta neste ano por um vereador do PDT Caxias. Também são tomadas medidas que precarizam o transporte, como estender a tolerância de vida útil dos pneus, de 105.000 quilômetros para 121.277.

Enquanto a prefeitura segue concedendo regalias à VISATE, este reajuste atinge diretamente o bolso da população que utiliza do transporte coletivo diariamente, para trabalhar e estudar, especialmente a juventude que ocupa os postos de trabalho mais precários e rotativos do mercado.




Tópicos relacionados

Daniel Guerra   /    Rio Grande do Sul   /    Caxias do Sul   /    Transporte   /    Aumento da Passagem

Comentários

Comentar