Internacional

UNICAMP

Participe da live "Contextos Africanos frente à pandemia" nesta segunda 14h

Coordenadores do CACH organizarão live nesta segunda, 20, sobre contextos africanos na pandemia.

sábado 18 de abril| Edição do dia

Estudantes do Instituto de Filosofia e Ciência Humanas (IFCH) da Unicamp realizam nesta segunda-feira, 20 de abril as 14h, um debate em formato de live sobre desafios que a epidemia atual da COVID-19 impõe em contextos africanos. A atividade virtual foi organizada por coordenadores do Centro Acadêmico de Ciências Sociais e História e estudantes que se organizam em torno da gestão minoritária Por todas as Ágatas contará com a presença de Zacarias Tsambe, moçambicano, professor da Universidade de Rovuma - Cabo Delgado, Moçambique e doutorando em Ciências Sociais pelo IFCH; Emiliano João, angolano mestrando em História Social pelo IFCH; e do professor brasileiro do Departamento de Antropologia do IFCH Omar Ribeiro Thomaz.

Apesar de todos reconhecerem que a pandemia é mundial, pouco se diz que o mundo possui realidades e condições diferentes frente a ela. Problemas, e, também respostas, muito diferentes são produzidos questionando a ideia de que a crise é igual em todos contextos. Debater realidades africanas neste momento significa desenvolver um tipo de solidariedade particular. Enquanto governos, grande mídias e instituições naturalizam discursos nacionalistas e fecham fronteiras frente ao COVID-19, é necessário ideias e ações que estejam além delas. Escutar, entender e discutir dilemas e desafios africanos pode ser um pequeno, mas importante passo que um instituto como o IFCH pode fazer. Existe uma invisibilidade histórica imposta, construída cotidianamente através de preconceitos, estigmas e diretamente pelo racismo, a contextos e vozes africanas. Frente a crise atual parece urgente atividades que quebrem estes silêncios racistas e elitistas sobre a África.

O objetivo da atividade segundo a coordenadora Ana Vitória é fazer circular junto aos estudantes do instituto um debate sobre quais condições estão impostas hoje aos trabalhadores e a população africana de enfrentar uma pandemia como a Covid-19, além disso quais as formas de respostas que também apontam e que pode também fortalecer nossas respostas no Brasil, ainda mais num contexto que a gente vê que Bolsonaro, Mourão, Congresso e STF divergem sobre como deve ser a quarentena mas concordam sobre passar ataques que retira salários e direitos dos trabalhadores brasileiros e dos mais pobres e assim aumentam a precarização das nossas vidas frente a pandemia.

O debate virtual ocorrerá através de uma live no Facebook na página “Por Todas as Ágathas” na segunda feira, às 14h.




Tópicos relacionados

Coronavírus e racismo   /    Coronavírus   /    África   /    Internacional

Comentários

Comentar