Sociedade

Para prefeito de Belém do Pará, domésticas devem seguir trabalhando mesmo com lockdown

Em declaração nas redes sociais, prefeito de Belém do Pará, Zenaldo Coutinho, determina que as trabalhadoras domésticas devem seguir trabalhando mesmo com o lockdown declarado pelos próximos dez dias.

quarta-feira 6 de maio| Edição do dia

Em comunicado transmitido nas redes sociais, o prefeito da cidade de Belém do Pará, Zenaldo Coutinho (PSDB), anunciou que durante o lockdown declarado para a capital paraense devido a pandemia do novo coronavírus do dia 07 ao 17 de maio, trabalhadoras domésticas devem continuar trabalhando nas casas de seus patrões, pois esta atividade está entre os serviços essenciais.

O estado do Pará é o sétimo com mais casos de contagiados, contabilizando mais de 5 mil casos confirmados e cerca de 400 mortes. É absurdo que o prefeito de Belém determine que as domésticas devam seguir circulando e correndo risco de contagio e vida.

Isso escancara que a quarentena não é direito de todos. Desde o início da pandemia da Covid-19 ocorreram mortes de empregadas domésticas que estavam se infectando nas casas de seus patrões. O Brasil é o país que mais tem trabalhadoras domésticas, sendo que 95% delas são negras, essa determinação do prefeito de Belém deixa clara a herança escravocrata e racista no país.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Sociedade

Comentários

Comentar