Política

Reforma da Previdência

Para aprovar Reforma da Previdência, Temer sinaliza desembolso de R$ 2 bi para prefeitos

Na tentativa de ganhar base para aprovar a reforma da previdência, Temer oferece R$ 2 bi em troca de apoio de prefeitos.

segunda-feira 4 de dezembro| Edição do dia

Aparentemente, o governo Temer nunca trabalhou tanto como nesse final de ano. O presidente está passando um “pente-fino” nas demandas da base aliada verificando qual delas podem ser atendidas. O objetivo é barganhar apoio para a aprovação da reforma da previdência.

O governo já sinalizou que aumentará recursos para municípios em 2018 caso a reforma seja aprovada e a situação econômica melhore. R$ 2 bi já haviam sido oferecidos em troca de apoio de prefeitos para a aprovação da reforma este ano. Agora, pelo menos mais R$ 2 bi podem sair dos cofres públicos em 2018 para prefeituras. "É daí para cima, dependendo da situação fiscal e vinculado à questão da reforma da Previdência. Se ela passar, tem mais espaço", afirmou o presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski.

Temer não disse de onde sairia esse dinheiro, com o teto de gastos, não tem como esse dinheiro ir para os municípios sem que haja cortes em outros setores. Mas aparentemente vale tudo para nos fazer trabalhar até morrer.
Sem base para aprovar a reforma, o governo tenta de diversas maneiras comprar o apoio dos deputados. Estão sendo oferecidos emendas e cargos do segundo escalão do governo em troca de votos. O governo serve como um grande balcão de negócios dos empresários para descarregar a crise nas nossas costas.

Nesta terça haverá grandes atos pelo país contra a reforma trabalhista que o governo está tentando passar a toque de caixa. Não podemos deixar que nos façam trabalhar até morrer, precisamos retomar o caminho da greve geral e um plano de lutas para barrar os ataques do governo golpista.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Especial Previdência   /    Política

Comentários

Comentar