Educação

REFORMA ENSINO MÉDIO

Para Temer "reforma" do ensino médio foi bem recebida

Guilherme de Almeida Soares

São José dos Campos

sábado 1º de outubro| Edição do dia

O presidente golpista Michel Temer rebateu as criticas contra a proposta da reforma do ensino médio. De acordo com o Temer, o intuito da mudança é aproximar o ensino no país do adotado em países mais desenvolvidos.

Falando a uma plateia de empresários e convidados da revista ’’Exame’’, o presidente golpista acrescentou que o tema vinha sendo discutido por técnicos há pelo menos cinco anos e que lembra o antigo modelo do ensino médio, dividido entre o clássico e cientifico. Ele disse que a medida foi ’’muito bem recebida’’, apesar das criticas de vários setores, e que as insatisfações são ’’vozes dissonantes’’.

De acordo com Temer ’’Estamos no governo há pouco tempo, tomando medidas ousadas, porque se não houver ousadia o governo se converte numa covardia, e não vamos fazer nada pelo país. Elas podem ser mal compreendidas num primeiro momento, mas depois darão suporte popular ao governo’’.

O golpista Michel Temer fala que está medida impopular é mal compreendida, pois os trabalhadores e demais setores populares da sociedade sabem que o intuito da reforma escolar do ensino médio é para deixar mais precário o ensino para os filhos dos trabalhadores. Sabendo disso, Temer ao mesmo tempo que busca deslegitimar esta insatisfação popular contra a reforma escolar, tenta criar uma base de apoio para que esta medida seja aplica.

É preciso que estas vozes contrária a reforma escolar, se transforme em milhares de vozes anticapitalistas para barrar este projeto que visa acabar de vez com a já precária educação pública. Neste sentido, é necessário elegermos vereadores que seja a vozes destas lutas dentro do inimigo e que sejam compromissados em colocar os seus mandatos a serviço destas lutas, como são os candidatos do MRT pelo PSOL.




Tópicos relacionados

Educação

Comentários

Comentar