Gênero e sexualidade

DIA 29 DE AGOSTO

Pão e Rosas convida Amanda Gurgel e militância do PSTU para Encontro de Mulheres e LGBT

A companheira Amanda ainda não confirmou sua presença, mas já estamos em contato com sua assessoria. O convite se estende a toda as mulheres e LGBT do PSTU e do Movimento Mulheres em Luta.

segunda-feira 17 de agosto de 2015| Edição do dia

No próximo dia 29 de agosto o grupo de mulheres Pão e Rosas irá realizar um grande Encontro de Mulheres e LGBT no Sindicato dos Metroviários de São Paulo. O Encontro deve reunir centenas de mulheres e LGBT e deverá se posicionar politicamente frente a situação atual de crise do PT e das tentativas da direita em capitalizar esse processo.

Rita Frau, professora no Rio de Janeiro e membro da Executiva Nacional do Movimento Mulheres em Luta declarou que "As mulheres e LGBT precisam de um espaço pra debater a situação política do país e a luta por suas demandas. As mulheres continuam morrendo por abortos clandestinos, a situação de violência vem aumentando e a precarização do trabalho que atinge principalmente as mulheres também aumenta. Queremos organizar um Encontro com centenas que possa contribuir na organização de um grande movimento revolucionário de mulheres".

Rita comentou que a presença de mulheres trabalhadoras será um diferencial, inclusive muitas professoras que protagonizaram a última greve. "O plano de ajustes do governo que vem se intensificando coloca a necessidade de construção de um pólo classista, anti-governista e anti-burocrático que possa se configurar como um terceiro campo. Queremos fazer este debate abertamente com as outras forças da esquerda, e por isso queremos que a companheira Amanda Gurgel do PSTU esteja na mesa de nosso Encontro. Além disso, consideramos que a companheira poderá dar uma grande contribuição contando sobre seu projeto de lei pra que todo político ganhe o salário de uma professora, campanha que impulsionamos como Esquerda Diário nos últimos meses chegando a mais de 300 mil pessoas".

Rita declarou que já está em contato com o assessor de Amanda Gurgel, que ainda não confirmou sua presença, e que o convite se estende ao conjunto das militantes mulheres e LGBT do PSTU. "Precisamos de um forte intercâmbio na luta das mulheres e LGBT. Por isso, nosso convite é também a todas as militantes e simpatizantes mulheres e LGBT do PSTU e do Movimento Mulheres em Luta, que também integramos", finalizou Rita.




Tópicos relacionados

Encontro de Mulheres e LGBTs   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar