Política

NACIONAL

Palocci é acusado pelo MPF de atuar de forma ilícita para poder beneficiar o Grupo Odebrecht

O ex-ministro Antonio Palocci dos governos Dilma e Lula, é acusado pelo Ministério Público Federal de atuar de forma ilícita para poder beneficiar o Grupo Odebrecht na contratação pela Petrobrás de estaleiros nacionais. Esses estaleiros atuam na construção de plataformas e navios-sondas para exploração de petróleo dos campos do pré-sal. Este negócio valeu mais de US$ 21 bilhões, que envolveu a criação da empresa Sete Brasil.

Guilherme de Almeida Soares

São José dos Campos

quinta-feira 3 de novembro| Edição do dia

Em depoimento prestado a Operação Lava Jato em outubro, o senador cassado Delcídio Amaral afirmou que o Antonio Palocci participou, mesmo fora do governo, da formação da Sete Brasil, em 2011. A empresa, responsável pela contratação de estaleiros para fornecimentos de 28 plataformas e sondas para a Petrobrás, é uma sociedade da Petrobrás com os bancos BTG Pactual, Bradesco e Santander, os fundos de pensão federais Petros e Previ e o fundo de pensão da Vale do Rio Doce.

De acordo com Delcídio que virou delator da Lava Jato :“O modelo de cobrança de propina que já existia na Petrobrás foi levado também à Sete Brasil”. O senador cassado disse que “Palocci participou de toda estruturação econômica da Sete Brasil”. Delcídio do Amaral disse que Palocci atuou na “engenharia financeira” da Sete Brasil e na “consolidação dos grupos empresariais” que foram contratados.

A relação entre o ex-ministro Antonio Palocci com a empreiteira Odebrecht, de um lado mostra que Palocci, durante o tempo em que foi ministro, se propôs a gerir os negócios dos grandes empresário e banqueiros. Isso só reafirma que o PT assimilou muito bem os tradicionais métodos da direita de governar, essa mesma direita que está a serviço de empresários corruptos como Marcelo Odebrecht.

Como afirmamos anteriormente, buscar uma delação premiada com Antonio Palocci é fundamental para que a Lava Jato consiga alguma prova para criminalizar o ex-presidente Lula. Uma das intenções fundamentais da Lava Jato é acabar com todas as pretensões eleitorais do PT para 2018, pois este partido não atende os interesses mais do imperialismo. Para conseguir este objetivo é fundamental alguma prova que criminalize Lula.

Se de um lado é necessário denunciar que a Lava Jato quer desmantelar o PT para abrir caminho para a direita puro sangue, do outro lado é preciso ressaltar que durante todo tempo que Lula foi presidente da república, o mesmo com a sua postura ’’Lulinha paz e amor’’ fez acordos com os grandes empresários e a própria direita que depois viria dar o golpe institucional. Essa "caça às bruxas" bastante seletiva da Lava-Jato e do judiciário como um todo, já começa a atingir cada vez mais os movimentos sociais, com juízes inclusive utilizando de métodos de tortura nas desocupações de escolas em Goiás.

Não podemos confiar na Lava Jato. Enquanto tem pressa para julgar Palocci para poder chegar em Lula, esquece na lista de Marcelo Odebrecht estão envolvido diversos deputados, senadores, ministro e até o presidente Michel Temer. Somente a luta independente dos trabalhadores e demais setores da sociedade podem dar uma resposta efetiva a corrupção no país.




Tópicos relacionados

Operação Lava Jato   /    Política

Comentários

Comentar