Sociedade

EVENTO NA USP

Palestra na USP fala sobre o genocídio contra indígenas na ditadura

Hoje, quinta-feira, 5, o Núcleo de Assuntos Indígenas do Instituto de Geociências da USP (IGC), realizará uma palestra com Marcelo Zelic, vice-presidente do Grupo Tortura Nunca Mais, sobre os crimes praticados pela ditadura contra os povos indígenas no Brasil.

quinta-feira 5 de maio de 2016| Edição do dia

Um aspecto monstruoso da ditadura militar, que até pouco tempo era muito pouco conhecido publicamente, e ainda hoje é pouco divulgado, foi a perseguição contra os povos indígenas, que incluiu seu genocídio, sua escravização, a remoção de populações inteiras, entre muitos outros aspectos.

O Núcleo de Assuntos Indígenas, recém-formado no Instituto de Geociências da USP, vem promovendo uma formação continuada sobre as questões relativas aos povos indígenas, que ocorre todas as quintas-feiras no instituto. Como parte dessa formação, hoje contarão com a presença de Marcelo Zelic, que irá falar sobre esse tema e o relatório Figueiredo, um documento trazido à tona recentemente e que descreve em detalhes diversos desses crimes.

Marcelo Zelic fala sobre a importância de revelar os crimes da ditadura contra os indígenas.

A participação no evento é gratuita e não precisa de inscrição, livre para todos os interessados sem restrição.
contato: indigenausp@gmail.com
Local: Instituto de Geociências IGc USP , toda quinta-feira das 18h até 19h - Sala 102, 1º andar.
Endereço: R. do Lago, 562 - Cidade Universitária, São Paulo - SP, 05508-080




Tópicos relacionados

Indígenas   /    Ditadura militar   /    Sociedade   /    Povos indígenas

Comentários

Comentar