MARIELLE FRANCO

Página de moradores do Leblon faz piada com a execução de Marielle

sexta-feira 16 de março| Edição do dia

A página Alerta Leblon fez uma publicação ironizando o assassinato da vereadora do PSOL Marielle Franco, que ocorreu na última quarta-feira, dia 14 no bairro do Estácio, zona norte do Rio de Janeiro. Além da vereadora estavam no carro o motorista Anderson Pedro Gomes, que também faleceu e a assessora Fernanda Chaves, que sofreu ferimentos leves.

Os administradores da página usaram uma publicação da vereadora feita no último sábado, na qual ela denuncia os abusos policiais na comunidade do Acari e escreveram na legenda "E neste momento, a Liga da Justiça e os Vingadores fazem a perícia no local onde ela foi metralhada", referindo-se aos peritos do assassinato de Marielle.

A página ainda fez outra publicação na qual fizeram alusão ao filme tropa de elite, e ironizou mais uma vez a morte da vereadora, comparando com a morte de policiais. Além dessa página, outras pessoas e figuras de extrema direita estão fazendo piadas ou criticando o fato da esquerda estar escancarando o caráter político dessa morte, acusando os ativistas de estarem fazendo campanha eleitoral em nome de Marielle.

Este tipo de manifestação apenas evidencia o desrespeito com o qual são tratadas as vidas negras, principalmente quando se trata de pessoas que escolhem não abaixar a cabeça para a violência policial, como era o caso de Marielle. A elite carioca ri e pede por intervenção militar enquanto os jovens da periferia morrem dia após dia vítimas do genocídio encabeçado pelo governo golpista de Temer.

Apesar disso, a população se mostra indignada com a morte da vereadora, dando ontem um exemplo nas ruas, indo contra a tentativa de calar a voz de Marielle, por essa morte e por todas as mortes negras e trabalhadoras na conta do estado é que todos devem seguir na luta exigindo a retirada imediata das tropas das favelas do Rio de Janeiro.




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar