Sociedade

OPERAÇÕES POLICIAIS NA PANDEMIA

PM ignora determinação do STF e entra atirando na Maré

PM disse que se tratou de uma "emergência" e que ainda explicará a operação, que só pode ser feita com autorização do Ministério Público.

quarta-feira 17 de junho| Edição do dia

Image: Gabriel de Paiva / Agência O Globo

Pela manhã os moradores da Maré acordaram com intensos tiroteios pela ação da polícia na comunidade, em meio a uma pandemia com 45 mil óbitos e o isolamento social continua mantido de forma irracional sem garantir atendimento público de qualidade e testes massivos para todos, os moradores seguem sem nenhuma garantia de suas próprias vidas dentro de suas próprias casas.

O coronel da polícia militar cinicamente disse em TV aberta que as operações policiais nas favelas são para garantir a vida, em meio a uma pandemia que as principais vítimas pelo covid-19 e a bala da polícia são negras e pobres, como foi o caso do João Pedro que foi morto dentro de casa em uma operação policial. Segundo o G1, 2 pessoas foram baleadas nesse confronto.

O Rio de Janeiro bate recordes de mortes ficando atrás apenas do São Paulo de João Doria durante a pandemia. Witzel também é responsável pela morte de jovens negros como João Victor, João Pedro, Rodrigo, sem contar a chacina ocorrida no complexo do Alemão, todo jovens assassinados pela polícia durante a pandemia.

O STF, que proibiu operações durante a pandemia, quer se re-localizar nesse novo momento da situação internacional com revoltas em distintos países. Não podemo, no entanto, depositar confiança nesse setor, que quer conter a luta dos negros e negras em direção ao regime. Muito longe de proteger os negros, o judiciário encarcera sem julgamento milhões de negros no Brasil.

Pelo mundo, a fúria negra causada pela morte de George Floyd brutalmente assassinado pela polícia racista dos EUA, em São Paulo o assassinato de Guilherme pelas mãos da PM de São Paulo, ato fez despertar essa fúria nos moradores da Zona Norte de São Paulo, que os trabalhadores sigam os exemplos dessa fúria para se organizar e acabar com essa polícia racista que todos os dias reprime e assassina os negros e pobres nas favelas.




Tópicos relacionados

Estado Policial   /    Wilson Witzel   /    Corrupção Policial   /    Sociedade   /    violência policial

Comentários

Comentar