ABSURDO

PM de Dória lota um ônibus com presos ilegais após ato contra aumento das passagens

Na noite de ontem (07/01), a Polícia Militar comandada pelo governador João Doria (PSDB) mais uma vez agiu de forma ilegal durante repressão. Os PMs detiveram um grupo de 20 manifestantes durante o ato contra o aumento das tarifas para ônibus, metrô e trens em São Paulo. Todos foram conduzidos de ônibus para a 78ª DP da PM.

quarta-feira 8 de janeiro| Edição do dia

Na noite de ontem (07/01), a Polícia Militar comandada pelo governador João Doria (PSDB) mais uma vez agiu de forma ilegal durante repressão. Os PMs detiveram um grupo de 20 manifestantes durante o ato contra o aumento das tarifas para ônibus, metrô e trens em São Paulo. Todos foram conduzidos de ônibus para a 78ª DP da PM.

Segundo a PM, as pessoas haviam sido “presas para averiguação”, mas segundo os próprios manifestantes, houve agressão e coerção durante a suposta “abordagem preventiva”, inclusive contra jornalistas que estavam no local cobrindo o ato. Além disso, os manifestantes ainda relatam que as abordagens eram aleatórias, detendo qualquer manifestante que estivesse nos arredores da Av. Paulista. As detenções ocorreram após a trope de choque dispersar violentamente a manifestação na altura do metrô Trianon-Masp.

Seguiremos cobrindo os atos contra o absurdo reajuste das tarifas e informaremos assim que tivermos novas informações sobre a situação dos detidos na manifestação de ontem. E chamamos todas e todos para o ato de amanhã (09/01) na Praça da Sé, as 18 horas, contra esse novo aumento.




Tópicos relacionados

João Doria   /    violência policial   /    Aumento da Passagem

Comentários

Comentar