Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

PM atira balas de borracha na boca e joga bombas de gás dentro da casa de ambulantes em SP

Numa escandalosa ação repressiva, três policiais militares agrediram covardemente dois vendedores ambulantes na zona sul da capital paulista nessa sexta-feira, 19, e também atacaram sua casa com crianças dentro.

segunda-feira 22 de junho| Edição do dia

O caso ocorreu no bairro do Jabaquara, zona sul da capital paulista, nessa sexta-feira, 19, quando a polícia militar agiu para supostamente coibir a aglomeração de pessoas num baile funk. Segundo as vítimas das agressões policiais, não havia baile algum: os dois irmãos agredidos pelos agentes policiais afirmam que estavam na porta de casa vendendo churrasquinho. Havia ocorrido uma partida de futebol na região, e os participantes, distantes deles, estavam reunidas num samba.


Um dos irmãos, atingidos por dois disparos de bala de borracha no ombro

Os irmãos afirmam que sempre vendem espetinhos na região, mas que ao ver a aproximação das viaturas haviam decidido encerrar a atividade no dia. A agressão veio gratuitamente. Os policiais jogaram bombas de gás e efetuaram disparos dentro da casa deles, onde havia crianças.


Vídeo feito por moradores mostra marca das balas disparadas contra a casa

O irmão mais velho, de 31 anos, foi alvejado à queima-roupa por uma espingarda de calibre 12 com munição de elastômetro (conhecida como “bala de borracha”). Ele foi atingido por um tiro na boca que lhe arrancou três dentes, e outro na virilha. Os disparos foram feitos quando ele foi tentar ajudar o irmão mais novo, de 23 anos, que foi alvejado também à queima-roupa (a aproximadamente dois metros de distância) por dois disparos no ombro.




Tópicos relacionados

Repressão   /    Sociedade   /    violência policial

Comentários

Comentar