JUDICIÁRIO

PF prende ex-ministro do Turismo de Temer, Henrique Alves

terça-feira 6 de junho| Edição do dia

A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira, 6, o ex-ministro do Turismo e também ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) na chamada Operação Manus, um desdobramento das delações da Odebrecht. A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal, deflagrou a Manus para apurar atos de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro envolvendo a construção da Arena das Dunas, estádio construído em Natal/RN para a Copa do Mundo 2014. O sobrepreço identificado chega a R$ 77 milhões.

VEJA TAMBÉM | Oligarca do Rio Grande do Norte, Henrique Alves tem longa trajetória de corrupção

Henrique, que fez parte do núcleo de confiança de Michel Temer, foi ministro de Dilma e pediu demissão do cargo em março de 2016, mas reassumiu o cargo com o impeachment. O mandato de prisão foi expedido pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte.

O avanço das medidas autoritárias do seletivo Judiciário hoje é explícito em nota da qual a PF informa que cerca de 80 policiais federais cumprem 33 mandados judiciais, sendo cinco mandados de prisão preventiva, seis mandados de condução coercitiva e 22 mandados de busca e apreensão nos Estados do Rio Grande do Norte e Paraná.

foto Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar