Negr@s

INTERVENÇÃO FEDERAL

Operação do Exército e da PM mata 11 e moradores relatam abusos no Alemão, Maré e Penha

As forças de segurança, com batalhões do Exército e da Polícia Militar do Rio de Janeiro, realizam uma operação conjunta nos Complexos do Alemão, da Maré e da Penha desde o fim da madrugada desta segunda-feira, 20, no Rio de Janeiro.

segunda-feira 20 de agosto| Edição do dia

Foto: MARCOS DE PAULA / Agência O Globo

Ao todo, mais de 4,2 mil homens, entre militares das Forças Armadas, Batalhão de Choque da PM e Civis, atuam em conjunto, inclusive com a utilização de veículos blindados. Além do cerco contra os moradores dessas comunidades, diversas revistas arbitrárias em pessoais, e de veículos foram utilizadas, além de checagem de antecedentes criminais.

Um grave cenário de autoritarismo contra a população, uma perseguição racista contra a população trabalhadora nas favelas. Nenhuma prisão ou apreensão foi feita até o momento. O registro são de 11 vítimas fatais da operação.

Além disso, moradoras relatam que militares estão detendo participantes de grupos de Whatsapp das comunidades que comunicam sobre os tiroteios. Um completo abuso por parte do Estado. Outros relatam invasões de casas por parte das autoridades.

Essa é mais uma das operações da Intervenção Federal no Rio de Janeiro, cuja arbitrariedade se espelha no aprofundamento do autoritarismo do Estado, vide as arbitrariedades jurídicas para controlar as atuais eleições, rejeitando inclusive a opinião ONU para impedir a candidatura de Lula.

A militarização dos morros, porém, não é nova, foi aprofundada nos governos do PT com as UPPs e manutenção da guerra às drogas. Com o golpe, a violência nos morros sofre uma nova escalada e produz novas mortes e arbitrariedades no olho do furacão de uma crise social do capitalismo, que se expressa de maneira aguda no estado do Rio de Janeiro, gerando potenciais explosivos maiores na população, que é reprimida preventivamente por essa maior ação do Estado.

Fonte: Jornal Extra




Tópicos relacionados

Intervenção Federal   /    Exército   /    Violência Policial   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s

Comentários

Comentar