Política

CORRUPÇÃO NO GOVERNO BOLSONARO

Onyx mostra seu cinismo ao dizer que resolverá com Deus sobre denúncia de Caixa 2

Nesta segunda (10) o deputado, Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil para o governo Bolsonaro, afirmou novamente "que o mais importante é resolver com Deus" sobre sua denúncia de Caixa 2 e mostrou sua tatuagem com passagem bíblica que fez sobre seu "arrependimento", mostra seu total cinismo e a falácia do governo Bolsonaro de combate à corrupção.

segunda-feira 10 de dezembro de 2018| Edição do dia

Hoje foi ao ar a entrevista gravada nesta sexta-feira (07/12) no programa Canal Livre, da Band, com Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro. Ao ser questionado sobre o caso do recebimento de caixa dois da JBS, crime que admitiu em maio do ano passado, ele respondeu que o mais importante para ele é se “resolver com Deus”.

Segundo delatores da JBS, Onyx Lorenzoni teria recebido R$ 100 mil em 2012 e R$ 200 mil em 2014 para campanhas eleitorais. O caso é investigado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e recebeu autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para apurar o caso na semana passada.

Durante a entrevista, Onyx confessou novamente que não declarou os valores recebidos pela JBS, e também mostrou uma tatuagem em seu braço com uma passagem bíblica que diz ter feito para se aliviar do erro. Ele conta: "Quando isso (a prática de caixa 2) aconteceu, eu sofri muito. Dentro do que eu acredito, eu entendi que eu tinha que fazer isso. Depois que eu fiz, e depois que eu pude me sentir em paz, eu fiz uma coisa há dois anos. Aqui está (mostra a tatuagem) o João 8:32: ’A verdade vos libertará’. Isso é para me lembrar do dia que eu errei. Isso é para mim, não é para sair por aí mostrando."

Mesmo negando ser corrupto e afirmando que combate a corrupção, alega que praticou caixa dois e que se trata de uma “regra” em Brasília. Além disso, o ministro de transição elogia Sérgio Moro, afirmando que "(Com o trabalho de Moro) vamos fechar a torneira da corrupção, se Deus quiser."

Onyx Lorenzoni também cita Jair Bolsonaro ao declarar "Não temo nada. Bolsonaro sabe quem eu sou". Na recente denúncia à família Bolsonaro por movimentações bancárias suspeitas.

O candidato “livre e independente” que Bolsonaro alegava ser só existia mesmo em sua propaganda, e na cabeça de muitos de seus eleitores. O que ele tem é, como os políticos desse regime podre e corrompido,é uma total subordinação aos capitalistas que puxam suas cordinhas de marionete.




Tópicos relacionados

Onyx Lorenzoni   /    Governo Bolsonaro   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar