Política

REUNIÃO MINISTERIAL

Onyx Lorenzoni admite: o governo está "Vendendo o Brasil"

No vídeo liberado da reunião ministerial de Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni admitiu que o governo mais fez foi andar pelo mundo e vendendo o Brasil.

sexta-feira 22 de maio| Edição do dia

No escandaloso vídeo da reunião ministerial com Bolsonaro, o ministro da cidadania, Onyx Lorenzoni, fez uma fala afirmando o principal propósito que o governo tem diante da crise brasileira: “vender o Brasil”.

Em sua fala Onyx falou com essas palavras: “É muito triste ver um brasileiro chegar no exterior e ser recebido com o manto da desconfiança”. Pois nós passamos, Paulo Guedes, o ano todo, Tarcísio, Teresa, Bento, é… é… é… o nosso ministro Marcos Pontes e outros andando pelo mundo e fazendo o que? Vendendo o Brasil”.

Além de admitir que o governo está rifando o país, o ministro também faz demagogia ao dizer que o país pela primeira vez está passando por uma “liberdade econômica” e que está seguindo o mesmo passo dos americanos para se tornar o país mais rico do mundo. Um discurso muito demagógico já que um governo capacho como o de Bolsonaro está fazendo liquidação das estatais brasileiras a preço de banana para os grandes capitalistas pelo mundo todos. Principalmente ao próprio imperialismo norte americano que cada vez mais subordina o país aos interesses do capital financeiro.

O ministro também defendeu as reformas tributária e administrativa para aprofundar ainda mais os ataques aos trabalhadores como foi a reforma da previdência para descarregar a crise nas costas dos trabalhadores. Assim como está sendo nessa crise sanitária onde os trabalhadores seguem sofrendo com os ataques de Bolsonaro com a MP da morte, permitindo corte de salários para os empresários seguirem lucrando.

Para ver mais as declarações absurdas de Bolsonaro e todos os ministros nessa reunião, veja aqui: Leia a íntegra da reunião em que Bolsonaro, militares e ministros mostram todo seu reacionarismo




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Onyx Lorenzoni   /    Governo Bolsonaro   /    Privatização   /    Política

Comentários

Comentar