Política

LAVA JATO

Onde está o bilionário Joesley Batista? Paradeiro desconhecido com a graça de Janot

“Por questões de segurança”, delator Joesley não está em NY, explica J&F em comunicado a funcionários.

terça-feira 23 de maio| Edição do dia

A controladoria da empresa JBS, por meio de comunicado interno divulgou que Joesley Batista, sócio do grupo, está no exterior, mas não em Nova York como muitos haviam divulgado depois dele informar isso ao Ministério Público e ao STF.

Em comunicado à holding, agora em transição para se tornar uma empresa americana, afirma que o acordo de delação premiada, “permitiu que o Brasil mudasse pra melhor”, pois não poderiam apresentar todo o esquema de corrupção sem pautar todas as provas possíveis, e alegam que as pessoas que cometeram tais ilegalidades precisavam denunciar como e com quem agiam.

E embora seja absurdo tais privilégios a grandes empresários tão corruptos quanto aos políticos envolvidos neste escândalo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot justifica os benefícios e reconhece que eles parecem excessivos, mas que diante de tais denúncias essas foram as alternativas mais viáveis para o país defendendo os benefícios concedidos a Joesley, conforme artigo publicado no site UOL nesta tarde, como argumentamos em artigo hoje Janot na verdade defende um projeto político de mostrar dureza com os políticos, avançar em práticas repressivas e autoritárias do judiciário, mas garantir toda leniência com os milionários e impor um novo presidente e até mesmo "uma renovação da política" para garantir melhores maneiras de aprovar as reformas.

O delator Joesley ganhou da justiça brasileira privilégios que são uma afronta a toda classe trabalhadora que sofre com a crise politica e econômica do país, onde vemos claramente que mesmo declarando seu envolvimento com todo o esquema de propinas e corrupção, seguirá impune e agora nem se sabe o paradeiro. É preciso lutar pela expropriação de todas empresas corruptas!




Tópicos relacionados

JBS   /    Operação Lava Jato   /    Política

Comentários

Comentar