NORDESTE

Óleo atinge 42 praias do RN e centenas pelo Nordeste fruto do descaso de Bolsonaro e dos governos

Há 1 mês são reportadas manchas de um resíduo de petróleo puro em toda a costa do Nordeste. Já não restam estados que não foram atingidos, afetando a vida marinha, com mortes de tartarugas e poluição de mais de 61 cidades.

segunda-feira 7 de outubro| Edição do dia

Foto: José Aldenir / Agora RN

No Rio Grande do Norte, há registro de 42 praias e 4 tartarugas afetadas, sendo a região com 41% dos locais afetados. Na capital Natal, praias como Redinha, Tibau do Sul e de outras 11 cidades do estado encontram óleo impregnado na areia. Segundo o Ibama, não há sinais de novos fluxos do material desde o seu aparecimento, mas o descaso dos governos e prefeituras está permitindo que o óleo se espalhe para outras regiões e seja cada vez mais difícil de remover.

Ainda não está clara a origem do óleo. Suspeitas apontam desde descarte de rejeitos durante a limpeza de tanques de navios a vazamentos de plataformas extrativistas.

Seja qual for a origem, não é coincidência que desastres como esse, assim como as queimadas na Amazônia, ocorram dessa forma sob o governo Bolsonaro, que ataca e persegue órgãos de fiscalização ambiental. Seu governo deixa clara a mensagem aos capitalistas, sobretudo norte-americanos, que estão autorizados a barbáries como essa. Também é responsável pelo profundo sucateamento da Petrobrás, a serviço de privatizar a empresa, entregar um volume histórico de petróleo concentrado em bacias de pré-sal para que empresas imperialistas explorem e lucrem livremente por 40 anos.

Uma política que só irá agravar esse tipo de crime ambiental e a impunidade, tal como vimos em Brumadinho e Mariana com o desastre ambiental da Vale e outras empresas privadas. Uma política para qual a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), é funcional, já que está negociando com Rodrigo Maia maiores fatias dos recursos adquiridos na cessão onerosa, como recompensa do seu apoio (e de outros governadores do Nordeste do PT, PCdoB, PSD e MDB) à odiosa Reforma da Previdência.

Saiba mais:

A prefeitura de Álvaro Diaz também é responsável, pois além de não ter tomado nenhuma medida frente aos vazamentos, é a prefeitura que quer entregar a orla de Natal para as construtoras e redes hoteleiras verticalizarem e degradarem ainda mais a orla local.

Há duas semanas fomos milhões de jovens em todo o mundo nas ruas contra a destruição do planeta, bradando que nossa natureza, nossas vidas e nosso planeta valem mais que os lucros capitalistas. É necessário unificar as lutas contra cada ataque que destrói nossas condições de vida, como os duros ataques à educação, à luta em defesa do planeta. Para os capitalistas pouco importa e por isso precisamos nos organizar para tomar o rumo da história nas nossas mão. Em Natal, no RN e em todo o país, se organize com a Juventude Faísca, porque já que o capitalismo destrói o planeta, precisamos destruir o capitalismo.




Tópicos relacionados

Crime Ambiental    /    Fátima Bezerra (PT)   /    Governo Bolsonaro   /    Nordeste   /    Rio Grande do Norte   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar