Política

OLAVO DE CARVALHO E O "ESTADO MÍNIMO"

Olavo de Carvalho esbanja oportunismo e pede a Bolsonaro cargo de embaixador nos EUA

terça-feira 6 de novembro| Edição do dia

O que já está ruim, pode piorar. Olavo de Carvalho, direitista pitoresco conhecido por seus escritos polêmicos e por definir seus seguidores como "burros e imbecis", um intelectual nada serio da internet brasileira, disse nesta segunda feira, que o único posto que aceitaria no governo do reacionário Jair Bolsonaro, seria de embaixador em Washington, para fazer dinheiro.

O decadente defensor do "estado mínimo", fez tal declaração em video postado no canal em seu canal no youtube.

Mais um exemplo do tipo grotesco de extrema direita que apoia o Bolsonaro, onde muitas das vezes é motivo de chacota mostrando a sua cara entreguista e pró-imperialista ao sonhar sendo títere e cuidar das relações diplomática com os Estados Unidos. Assim, Olavo de Carvalho tenta alcançar alguma projeção importante para oferecer seus serviços para o Bolsonaro e submeter o Brasil ainda mais aos interesses dos Estados Unidos.

O absurdo não para por ai. De acordo com ele, antes de Bolsonaro ser eleito, o candidato do PSL tinha lhe oferecido os ministérios da Educação e da Cultura. Mas, segundo o intelectual direitista, decidiu não aceitar por não conhecer o funcionamento, a estrutura e os funcionários das pastas: ’’Eu conheço meus limites, não tenho uma grande capacidade administrativa de nada’’ e terminou dizendo ’’Eu sei o que tem que fazer, mas não consigo ficar pensando nisso todo dia’’.

A conclusão que tiramos é que para mostrar que é capaz de atender os interesses do imperialismo e submeter o Brasil ao julgo dos Estados Unidos ele se coloca a altura do cargo pois tal responsabilidade que saberia cumprir já que ’’oferece a oportunidade de fazer algo real pelo Brasil em ter que passar pelo filtro de resistência petista’’, ou seja, de implementar a agenda entreguista de Jair Bolsonaro.

O escritor de pastelão, que transborda vergonha alheia, disse que como embaixador, teria ’’autoridade total’’ sobre os brasileiros locais e poderia ’’mandar embora qualquer um,... pode mandar prender qualquer um’’. Surfando na onda do crescimento da extrema direita no Brasil, Olavo de Carvalho almeja levar para fora dos limites nacionais a marca do oportunismo, carreirismo e da miséria intelectual da ideologia brasileira excludente.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Extrema-direita   /    Imperialismo   /    Bolsonaro   /    Humor   /    Política

Comentários

Comentar