Teoria

MARXISMO VIVO

Ocorre o primeiro Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS

A partir do dia 25 de Agosto vai ocorrer o primeiro Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS. A iniciativa pretende abordar alguns dos principais temas do marxismo de forma a resgatá-lo para o século XXI e refletir a realidade de hoje. Percorrendo todo o semestre, vamos passar por cinco debates que são abertos para todos os estudantes da UFRGS, PUC e outras instituições e escolas, bem como aos trabalhadores que puderem participar e queiram aprofundar esses temas.

terça-feira 16 de agosto| Edição do dia

Diferente do que proclama a direita na internet, as universidades públicas não são antros do marxismo ou qualquer coisa do gênero. No próprio curso de Ciências Sociais da UFRGS, lemos Marx em uma ou outra cadeira, e de maneira bem superficial inclusive. Boa parte dos estudos de marxismo vem de iniciativas de fora, de grupos de estudos e ciclos de debates como esse que estamos organizando.

A ideia, portanto, é resgatar o marxismo e suas ideias principais para refletir a realidade hoje. Algo que muito se fala também é que o capitalismo de hoje em dia é muito diferente do do velho barbudo. Isso é verdade. Tão verdade que muito do que Marx descreveu no século XIX correspondia à realidade de alguns poucos países, como Inglaterra e França. Hoje é razoável dizer que o modo de produção baseado no lucro se estendeu por quase a totalidade do globo terrestre, existem mais trabalhadores assalariados em todo o mundo hoje do que antes. Realmente, o capitalismo mudou muito… A ideia de promover debates como esses, portanto, é resgatar algumas das ideias principais de Marx e outros pensadores para compreender o mundo de hoje, fazer um pouco daquilo que a academia há anos vem deixando de escanteio: ver o marxismo como uma corrente de pensamento viva e atual.

O primeiro debate vai abordar alguns princípios básicos do marxismo, através da exposição de Iuri Tonelo, autor do livro A Crise Capitalista e suas Formas, doutorando da Unicamp. A ideia da atividade não é uma exposição ininterrupta, mas sim que o debate possa fluir entre os participantes e que todos possam expressar críticas, dúvidas, etc.

Após esse primeiro debate, queremos abordar outros temas que também são pertinentes ao pensamento do marxismo revolucionário, como ideologia e fetichismo, a questão das mulheres e das opressões, o papel nefasto que o stalinismo cumpriu na derrota de sucessivas batalhas dos trabalhadores ao longo do século XX.

Os próximos debates e o calendário é este:

I - Princípios básicos do marxismo - com Iuri Tonelo, da área de sociologia da Unicamp e autor do livro "A Crise Capitalista e suas Formas" - 25 de Agosto - 18h - no Pantheon do IFCH

II - Ideologia e o conceito de fetichismo da mercadoria - com Daniel Dias e Guilherme Kranz - 13 de Setembro (ter) - 18h no pantheon do IFCH

III - Feminismo e marxismo - com nomes a confirmar - 11 de Outubro - 18h no pantheon do IFCH

IV - Stálin, o grande organizador de derrotas - com Thiago Rodrigues do Esquerda Diário e Daniel Dias - 26 de Outubro - 18h no pantheon do IFCH

V - Marxismo hoje - com nomes a confirmar - 8 de novembro - 18h no pantheon do IFCH

É importante avisar que cada uma dessas atividades está sujeita a mudança de dia e de local. Pedimos, portanto, para que acessem o evento no face - Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS - e as publicações no Esquerda Diário referentes ao ciclo.

O último alerta é referente aos ataques de setores da direita e outros. Não vamos tolerar nenhum tipo de ameaça, violência ou provocações por parte de indivíduos e grupos que queiram tão somente tumultuar os debates. Sabemos como ultimamente a direita coxinha vem dando as caras e se sentindo fortalecida para falar o que vier a cabeça, e em um momento eles chegaram a nos ameaçar de morte. Achamos que a melhor maneira de combater essa direita é encher a universidade de gente para debater marxismo.




Tópicos relacionados

Porto Alegre   /    Universidades Federais   /    Universidade   /    Marxismo   /    Teoria

Comentários

Comentar