Logo Ideias de Esquerda

Logo La Izquierda Diario

SEMANÁRIO

O stalinismo, a esquerda e o legado estratégico de Trotski

Gilson Dantas

O stalinismo, a esquerda e o legado estratégico de Trotski

Gilson Dantas

O stalinismo, degeneração da Revolução russa e sua superação através do legado estratégico da IV Internacional.

Na UnB, em agosto passado, foi realizado evento de homenagem a Leon Trotski, no aniversário do seu assassinato a mando de Stálin. A intervenção sobre o tema [trecho dela está reproduzido no áudio abaixo] foi seguida de debate com o público presente, estudantes da Universidade.

Várias questões foram abordadas, dentre elas, os efeitos da expansão do stalinismo, o legado estratégico de Trotski em um processo histórico onde a esquerda [e o neostalinismo] foi se conformando, no pós-II Guerra Mundial, sem tratar de se referenciar pela experiência da primeira revolução proletária consciente. Este processo gerou consequências trágicas, seja para as revoluções triunfantes com direções quaisquer, seja para o próprio trotskismo, que passou a girar em deriva estratégica desde então.

Discutiu-se o que seria uma esquerda trotskista com centralidade estratégica nos dias atuais, foram citados exemplos práticos como a atuação da esquerda no recente encontro nacional da UNE [2019] e também o exemplo da FIT-U na Argentina, onde o PTS, integrante dessa frente de esquerda anticapitalista, desenvolve – também a partir do espaço do parlamento – uma política de centralidade operária na perspectiva de levantar um governo dos trabalhadores.

Trecho da intervenção feita no evento, pelo prof G Dantas [com pós-doutorado em Políticas Sociais pela UnB], consta no vídeo a seguir, caso lhe interesse.

veja todos os artigos desta edição
CATEGORÍAS

[Leon Trótski]

Gilson Dantas

Brasília
Comentários