Opinião

DIREITA CONSERVADORA

O que a direita hipócrita realmente quer para as crianças?

quinta-feira 12 de outubro| Edição do dia

FOTO: Crianças na Rocinha vendam seus olhos enquanto passam por ruas com cadáveres no chão./O Globo

Defensores do gatilho fácil da polícia se dizem preocupados com exposições de arte. Vejamos o que estes políticos realmente têm à dizer sobre a infância das crianças negras e pobres que vivem nas favelas e comunidades do Brasil:

Bolsonaro: "A Policia Militar do Brasil tinha matar mais"

Bolsonaro defendeu que a polícia militar deveria matar mais, e isto ele fala em resposta ao relatório da Anistia Internacional que aponta que a PM do Brasil é uma das mais assassinas do planeta. Sedento pelo "gatilho fácil" da polícia que assassina crianças negras, elereserva a maior parte de sua atuação política para que os polícias que assassinam jovens nas favelas não sejam punidos.

Bolsonaro entrou na campanha para defender a censura do nu artístico. Já sobre as crianças das favelas e comunidades que tem suas aulas suspensas pelas operações polícias, e que encontram cadáveres nas suas ruas, Bolsonaro não vê problemas. Na realidade, ele quer que esta situação se multiplique por todas as favelas, defendendo o gatilho fácil da polícia.

Para ele, pouco importa as mães que tiveram seus filhos mortos pela polícia militar. Para ele, os colégios deviam ser todos militares, sob o modelo do Escola sem Partido, aonde as crianças deveriam ser ensinadas a obedecer policiais militares assassinos.

Movimento Brasil Livre, defensores do encarceramento comprados pela bancada de Bala

O Movimento Brasil Livre surgiu e cresceu bancado pelos partidos do golpe institucional. Foram aliados de Aécio defendendo-o no segundo turno, e, como revelou reportagem da revista Piaui, estão nessa para ganhar os jovens do PSDB e muita grana dos empresários que os bancam.

Voltaram a "aparecer" quando invadiram a exposição Queermuseu em Porto Alegre, ganhando força (e votos) entre os defensores da censura à arte, defensores da Cura Gay, membros da bancada conservadora em geral. Claro está que não são liberais de verdade, sua polícia corre atrás de disputar os votos da extrema-direita nas próximas eleições.

Em uma das empreitadas financiadas pela bancada da bala, Kim Kataguiri lançou um vídeo com dados falsos sobre o sistema carcerário brasileiro defendendo o fim do regime semiaberto.

Quando a Rocinha foi ocupada pelo exército na primeira vez no mês passado, o MBL fez piada com a trágica situação dos moradores desta comunidade.

"Adote um bandido": Rachel Sherazade defende linchamentos e redução da maioridade penal

Rachel Sherazade, símbolo da direita defensora do gatilho fácil da Polícia, fazia campanha no SBT pela redução da maioridade penal. Sobre o escandaloso no qual "justiceiros" espancaram um jovem negro no bairro do Flamengo no Rio de Janeiro, Rachel Sherazade defendeu os linchamentos em rede nacional. A apresentadora era tão fascista que o próprio SBT à demitiu.

Marco Feliciano: "Africanos são amaldiçoados"

Mais conhecido pelo seu ódio contra os homossexuais, Feliciano também é outro racista que entra para a lista dos falsos "preocupados com a infância". Neste Tweet, Feliciano faz a justificação religiosa para a matança de negros e pobres na favela. Defensor também da redução da maioridade penal, ele só se preocupa com as crianças no momento em que é para pedir o dízimo como nesse vídeo circulado nas Redes de TV evangélicas:




Tópicos relacionados

Opinião   /    Juventude

Comentários

Comentar