HISTÓRIA DA CLASSE OPERÁRIA NO BRASIL / POVO NEGRO /

O povo negro na origem da classe operária

Por que os livros escolares necessitam esconder as lutas do povo negro – maioria da nossa população - , inclusive na gênese do proletariado brasileiro?

Gilson Dantas

Brasília

terça-feira 27 de novembro| Edição do dia

Na Universidade de Brasília, promovida pelo NEPPOS/CEAM, será realizada, às 14h do dia 27/11/18, palestra sobre as origens negras da classe trabalhadora no Brasil.

Discutiremos sobre certos mitos interessados da historiografia brasileira como o da origem branca/imigrante do proletariado no Brasil ou, também, dados históricos que usualmente ficam encobertos sobre o legado político das primeiras greves e movimentos do incipiente proletariado brasileiro [de portos, arsenais, estaleiros e pequenas indústrias] de meados para final do século XIX, onde negros e brancos lutaram lado a lado.

Mais do que na cultura portuguesa, o legado da classe dominante brasileira está enraizado no escravismo, em uma burguesia arraigadamente racista, fundada secularmente no tráfico de escravos e em relações de opressão – particularmente a mais cruel possível – a opressão escravista negra.

Não dá para inventar outra história. Não dá para borrar o povo negro – maioria ontem como hoje no nosso país – como parte mais heroica e espoliada da classe trabalhadora entre nós.

Elementos dessa ordem e parte do legado do povo negro trabalhador serão o tema do curso, a ser realizado no departamento de Serviço Social pelo prof Gilson Dantas nesta terça-feira.




Tópicos relacionados

História do Brasil   /    História do povo negro   /    Movimento Negro

Comentários

Comentar