AÉCIO IMPUNE

O pedido de prisão de Aécio Neves só será julgado em agosto

Nesta Segunda-feira(26), o Gabinete do ministro Marco Aurélio de Mello do STF(Superior Tribunal Federal) informou que o pedido de prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB) e o pedido de recurso feito pelo senador contra o afastamento do mandato, só serão julgados após o recesso do judiciário.

Flávia Rios

Contagem/MG

segunda-feira 26 de junho| Edição do dia

O pedido de prisão foi feito ao supremo pelo procurador geral Rodrigo Janot. Os funcionários do Gabinete justificaram que o processo está com Janot, e que o mesmo precisa opinar sobre o pedido para que o plenário composto pelos 11 ministros da corte decidam sobre a prisão e o afastamento. Inicialmente o caso seria julgado pela primeira turma do STF, mas a defesa do Tucano pediu que o caso fosse ao plenário. A ultima sessão do Supremo está marcada para esta terça(27), e como o parecer ainda não chegou a corte, o gabinete do Marco Aurelio que não haverá tempo para o caso ser julgado neste semestre.

Mesmo com as provas evidentes, a lava jato permanece selecionando suas ações de acordo com interesses próprios, mantendo os privilégios dos políticos que convém. A transparência com a população está longe de ser uma prioridade, por isso lutamos por uma constituinte imposta pela luta, pelo fim dos privilégios dos políticos, contra Temer e todos os ataques que descarregam a crise nas costas da classe trabalhadora.




Tópicos relacionados

Operação Lava-Jato   /    PSDB   /    Aécio Neves   /    Operação Lava Jato

Comentários

Comentar