Mundo Operário

GREVE MECANO FABRIL

O patrão não tem dinheiro?

Fábio Nunes

Vale do Paraíba

quarta-feira 27 de abril de 2016| Edição do dia

A Mecano Fabril, uma importante autopeças de Osasco, que lucrou milhões nos últimos anos, assumiu um discurso de crise financeira profunda e desde dezembro de 2015 atrasa ou simplesmente não paga os salários e os direitos (PLR, abono, etc) dos trabalhadores. O patrão diz que não tem dinheiro para pagar os salários.

O salário é um direito. Atrasar salário é crime e como resposta a este crime que segue impune, hoje pela manhã os operários e operárias desta importante metalúrgica decretaram novamente greve exigindo o pagamento imediato dos salários e direitos atrasados. Trabalhou tem que receber!

É a terceira greve deflagrada só neste ano. Em quatro meses, um mês de greve. Os trabalhadores não suportam mais tanta impunidade. Numa audiência de conciliação ocorrida no começo deste mês no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, o juiz, que defende os ricos, prometeu demagogicamente multar a empresa. A Prefeitura e a Câmara de Vereadores de Osasco, que retirou impostos e cedeu inúmeros benefícios à Mecano Fabril, também fecham os olhos diante desta injustiça.

O dono da Mecano Fabril também é proprietário de fazendas no Paraná. E não tem dinheiro para pagar os salários dos trabalhadores? Os trabalhadores estão cansados de promessas e mentiras, ninguém mais acredita nesta fraude do patrão.

Não basta dizer que não tem dinheiro. Tem que provar. Sindicato e trabalhadores precisam exigir a abertura dos livros de contabilidade da empresa para sabermos exatamente para onde foi e para onde está indo o dinheiro desta empresa que lucrou milhões nos últimos anos.

E se o patrão demitir os trabalhadores e pagar todos os direitos? Quem confia neste caloteiro profissional? Quem vai confiar na Justiça que já se colocou a favor da Mecano? Ele demitiu dezenas de trabalhadores e não pagou os direitos. Quem vai confiar anos de trabalho nos cofres desta empresa?

Segundo o Sindicato de Metalúrgicos de Osasco e Região (Força Sindical) a Mecano Fabril apresenta sinais reais de falência. Não sabemos até o fim qual o projeto do patrão, mas é preciso desde já nós prepararmos para este cenário. Se o patrão fechar, os trabalhadores e trabalhadoras devem ocupar a fábrica para garantir seus empregos.

Pagamento imediato dos salários atrasados!

Nenhuma demissão!

Pela abertura dos livros de contabilidade das empresas que ameaçarem fechar!

Contra o fechamento de fábricas!

Que os capitalistas paguem pela crise!




Tópicos relacionados

Demissões   /    Vale do Paraíba   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar