KARL MARX / MÉTODO DIALÉTICO

O método de pensamento em Marx

Gilson Dantas

Brasília

terça-feira 28 de maio| Edição do dia

Certamente, na sua obra, Marx concretiza seu método de tratar de problemas do real. Nesse caso, a lógica que se desprende da escrita de O capital, de Marx, é a forma concreta na qual se plasmou o método de pensamento de Marx.

Portanto, se Marx não nos deixou um livro sobre a lógica dialética, nos legou, no entanto, um monumento concreto da lógica dialética [1].

E quanto ao método de Marx em relação a outras metodologias do pensamento correntes nas nossas universidades? E ao pensamento em outrasáreas, das chamadas ciências duras?

Qual o diferencial e a originalidade do pensamento de Marx em relação ao de um M. Weber ou mesmo do pensamento dominante na sociologia brasileira? Se ele não nos deixou uma obra sobre a lógica dialética [como fez Engels], no entanto, que pistas ou insights nos deixou a respeito?

Por que procurar entender o essencial do método de pensamento de Marx continua sendo tão importante? Lukács estaria correto quando afirmava que a essência do marxismo é o método? Não esqueçamos que Engels, por exemplo, pensava radicalmente diferente [2].

E nas áreas de esquerda das nossas universidades, como é levada adiante a discussão do método em Marx?

Como se vinculam essência e aparência no métodode Marx? Por que, para Marx, é inegociável que o real é criador [demiurgo] do próprio real?
E que não haverá mudança social se não for obra da vontade política dos homens e mulheres e não por conta de uma "necessidade histórica" suprahumana?

O que tem a luta de classes a ver com o método em Marx?

O estudo de um objeto, da sociedade moderna por exemplo, pode ser levado adiante mesmo quando o estudioso adota uma perspectiva neutra e isenta? Existe perspectiva neutra e isenta?

Marx partiu de algum pressuposto ou sensibilidade social para se debruçar sobre seu objeto, a sociedade capitalista?

Essas foram algumas das questões levantadas na palestra [reproduzida abaixo em vídeo de 47 minutos] por Gilson Dantas, integrante do NEPPOS/Serviço Social, pós-doutor em Política Social pela UnB e integrante do Esquerda Diário. O vídeo-aula pode lhe interessar na condição de início do debate sobre esse tema – a lógica dialética de Marx –, tema a nosso ver tão candente hoje.

Notas:
[1] Assim pensava Lênin.
[2] Para Lênin, o marxismo é a teoria da revolução proletária.




Tópicos relacionados

Materialismo Dialético   /    Dialética

Comentários

Comentar