Política

O lobo cuidando das ovelhas? Para Onyx, Funai deve ir para o Ministério da Agricultura

terça-feira 4 de dezembro| Edição do dia

Em mais uma política para favorecimento do setor do agronegócio, o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni afirmou nesta segunda-feira que a Fundação Nacional do Índio (Funai) pode ser incorporada ao Ministério da Agricultura. Isso mesmo, Onyx quer submeter os índios que vivem no Brasil aos interesses do lucro do agronegócio, sedento por expandir-se sobre áreas em disputas com indígenas.

Durante a coletiva de imprensa na sede do governo de transição, Onyx afirmou que o tratamento dado aos índios é o mais adequado, mostrando o que é adequado para um parcela importante da população brasileira é o tratamento do agronegócio que em nome de expandir seus negócios, é capaz de até matar a população originária brasileira. Nas suas palavras ’’A Funai está em processo de definição, mas deve ir para a Agricultura. O Brasil há muitos anos cuida dos seus índios através de ONGs que nem sempre fazem trabalho mais adequado. A visão que o presidente tem é no sentido de dar mais condições dos indígenas que quiserem, possam ter outra condição’’.

Lembrando que Bolsonaro deu uma declaração bastante preconceituosa no último dia 30, em visita a Cachoeira Paulista, comparando que o direito dos índios de permanecer em seu território como animais presos em zoológicos. Nas suas palavras ’’Ninguém quer maltratar o índio. Agora, você pode ver, na Bolívia tem um índio que é presidente, Evo Morales. Por que no Brasil devemos mantê-los reclusos em reservas como se fosse animais em zoológicos’’. Essa declaração preconceituosa de Jair Bolsonaro, foi por conta do questionamento sobre o Acordo de Paris, em que ele mais uma vez criticou as demarcações de terras, demonstrando qual será o posicionamento oficial de seu governo em relação aos indígenas, e como ele quer subordinar a Funai a tal posicionamento por meio do Ministério da Agricultura, que ficará a cargo de Tereza Cristina (DEM) ex-líder da Frente Parlamentar da Agricultura. A futura ministra já recebeu inclusive doação de campanha de um fazendeiro acusado de ser mentor do homicídio de um líder indígena, o qual ela se justificou dizendo ser "amigo de família". É a essas pessoas e a esses interesses que Onyx e Bolsonaro querem subordinar o órgão de proteção aos índios.

Pode te interessar: Ministra da Agricultura de Bolsonaro: milionária amiga da JBS




Tópicos relacionados

Onyx Lorenzoni   /    Governo Bolsonaro   /    Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar