Sociedade

TRAGÉDIA NO VIDIGAL

“O descaso começou logo cedo, antes da tragédia acontecer” diz trabalhador que mora no Vidigal

Colocamos aqui o depoimento de um trabalhador morador do Vidigal, Ruberval Silva de 32 anos, professor de História em entrevista concedida ao Esquerda Diário:

segunda-feira 11 de fevereiro| Edição do dia

“O descaso das autoridades públicas do município, principalmente, é claro o Crivella e a equipe da Defesa Civil, começou antes da tragédia acontecer. Na verdade, quando o temporal começou forte, com muita chuva já estavam prevendo essa quantidade de água. Então quando o temporal começou às 20h a gente ficava se perguntando às 21:20 por aí... 20:30 até 21:30 quando começou a ventania e a forte chuva 1 h sem parar interruptamente, nós ficamos nos perguntando por que a Neimeyer não havia sido fechada ainda?
A gente via carros passando aqui na Neimeyer. Então por que a Defesa Civil e a autoridade competente do Município não interditou a Av. Neimeyer logo cedo, logo às 21 h quando a chuva começou a apertar realmente? A gente vê que o descaso começou desde cedo né? Começou logo cedo antes da tragédia acontecer! Então eu acho que o que aconteceu, principalmente com as duas mortes aqui na Av. Neimeyer tem sim a responsabilidade do governo municipal nisso, porque eles deveriam e tinham condições e conhecimento de ter fechado a Av. Neimeyer quando a chuva apertou às 21h.”

Ruberval ainda insistiu que o descaso de Marcelo Crivella e das autoridades competentes não só com o Vidigal, mas também com a Rocinha continua, os próprios moradores nos dias subsequentes a essa tragédia capitalista tiveram que limpar a favela. Ruberval informou que “se não fossem os moradores que se reuniram e meteram a mão na massa literalmente, na lama, para limpar, ajudar, socorrer, não teria condições e as coisas seriam mais difíceis como foi e como está sendo ainda”.

Viemos relatando o descaso das autoridades competentes aqui, Crivella e Witzel são totalmente responsáveis por essa tragédia que como o próprio trabalhador morador do Vidigal informou, poderia ter sido evitada. Mas como sabemos muito bem, esses governantes burgueses não estão preocupados com nossas vidas, para eles nossa vida não vale de nada, contabilizar mais ou menos mortes, mais ou menos lama, destruição e prejuízo é bem menos importante que contabilizar os milhões que lucram com os capitalistas em cima de nossas vidas.




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar