Internacional

INDEPENDÊNCIA CATALUNHA

O Parlamento catalão votou constituir uma república independente

A proposta de declaração de uma república independente do Junts pel Sí e pela CUP foi votada hoje, sexta-feira no Parlamento catalão. Em Madri o Senado votou a intervenção na Catalunha.

sexta-feira 27 de outubro| Edição do dia

Com a ausência dos deputados do Partido Popular, Ciudadanos e do Partido Socialista, o Parlamento Catalão votou essa sexta a resolução proposta pelo Junts pel Si (coalizão de governo de Puigdemont) e a CUP (esquerda independentista), para declarar uma República independente. Ao mesmo tempo o Senado espanhol votou a proposta de Rejoy da aplicação do artigo 155 que permite ao Estado central intervir na Catalunha.

A proposta apresentada pelo Junts pel Si e a CUP na manhã dessa sexta assinalava “Constituímos a República catalana, como Estado independente e soberano, de direito, democrático e social”. Também afirmam a vontade de abrir negociações com o Estado espanhol, contudo sem condições previas.

A votação se realizou em segredo e teve 72 votos a favor, 10 contra e 2 em branco.

Após conhecido o resultado da votação, Rajoy escreveu um texto em seu Twitter contrario a votação e pedindo “tranquilidade a todos os espanhóis. O Estado de Direito restaurara a legalidade na Catalunha”. Uma mensagem que faz referencia a intervenção na Catalunha, que seu partido, PP, junto com o PSOE e o Ciudadanos estão dispostos a votar nessa sexta na Câmara Alta de Madri.

Por sua vez no Senado espanhol, o presidente Mariano Rajoy pediu que votem o artigo 155 que permite a intervenção do Estado central sobre a Catalunha, clarificando que isso possibilitaria dissolver o Parlamento catalão para chamar novas eleições em um prazo máximo de 2 meses. Também pediu que autorize ao governo destituir a presidência e a vice-presidência da Generalitat da Catalunha e a todos seus conselheiros.

Finalmente a menos de uma hora da votação do Parlamento Catalão, o Senado Espanhol votou a favor do pedido de Rajoy e habilitou o artigo
más el avasallamiento de las instituciones autonómicas por parte del Estado central.

Por sua vez o Tribunal Constitucional espanhol deu continuidade ao pedido realizado pelo Partido Socialista Catalão e outro do governo Rajoy para que deixe sem efeito a votação realizada esta sexta pelo Parlamento, mostrando uma vez mais a submissão das instituições autônomas por parte do Estado central.

Massiva celebração de rua na Catalunha depois da declaração de independência

Depois da declaração de independência, nas ruas de Barcelona, em frente o Parlamento e em toda a Catalunha, se vive um clima de celebração. Milhares de pessoas estão saindo agora nas ruas para celebrar a ruptura com a Espanha.




Tópicos relacionados

Referendo na Catalunha   /    Catalunha   /    Internacional

Comentários

Comentar