Teoria

CINEMARX ESTREIA NA CASA MARX LAPA-RJ

O CineMarx da Lapa teve sua primeira sessão, veja como foi e quando é a próxima

Com a série argentina “Marx Voltou”, produzida pelo PTS (Partidos dos Trabalhadores Argentinos) e o La Izquierda Diario, a primeira sessão do CineMarx na Casa Marx da Lapa RJ reuniu diversos companheiros para debater.

Fernando Pardal

@fepardal

terça-feira 6 de março| Edição do dia

Inicialmente havíamos planejado exibir e debater os dois primeiros episódios da série “Marx Voltou”, mas os participantes da primeira sessão do CineMarx acharam pouco e quiseram ver todos os quatro episódios da série. Foram companheiros de diversos locais, trabalhadores do funcionalismo, estudantes da graduação e da pós de universidades como UFF e UERJ, professores, entre outros.

A série, baseada no Manifesto Comunista de 1848 escrito por Marx e Engels como um programa para a Liga dos Comunistas, traz como protagonista Martin, um trabalhador de uma gráfica na Argentina, que, junto a seus companheiros enfrenta os planos da patronal de suspensões e demissões para descarregar os custos da crise capitalista sobre as costas dos trabalhadores. Em meio à organização para a luta, Martin começa a ler o Manifesto e, como ele diz, sente que “parece que foi escrito ontem” pela imensa atualidade das ideias ali expressas.

A série, já exibia em muitos locais de trabalho e estudo, chegou à Casa Marx para inaugurar o CineMarx, que pretende regularmente exibir filmes seguidos de um debate entre todos os presentes.

Entre companheiros que já tinham tido contato com as ideias expressas no filme e outros que as conheciam pela primeira vez, o debate pôde trazer questões fundamentais tanto sobre os fundamentos das ideias marxistas, como sobre a situação política de hoje do Brasil e do Rio, e como estas se relacionam com as ideias dos comunistas. Entre os debates atuais, algumas das pautas foram a questão da organização dos revolucionários em partido, bem como o papel que cumpriu e cumpre o PT como um partido que surge da organização dos trabalhadores mas que atuou em defesa do Estado e dos interesses dos capitalistas por tanto tempo, e até onde era possível dizer que houve ou não avanços sociais significativos durante esse período. Também, o papel do judiciário ou do exército, setores do Estado que vem ganhando importância para a manutenção da estabilidade e da ordem do regime, foram debatidos.

Para quem perdeu e quer assistir a série, ela está disponível aqui.

Além disso, tivemos também durante o encontro uma pequena prévia da livraria que será inaugurada junto com a Casa Marx, trazendo livros da teoria marxista.
Todos os presentes se entusiasmaram com a ideia de fazer da Casa Marx e do CineMarx um espaço não apenas de debate, mas de reunião e de organização, pensando e atuando sobre os atuais desafios dos trabalhadores. Assim, já começamos a discutir o próximo filme, e fizemos uma enquete para decidir entre três títulos propostos (ou levantar novas sugestões). O próximo encontro deverá ocorrer no dia 24/3 ou no dia 31/3.

Aproveitamos para convidar todos para a inauguração da Casa Marx no dia 17 de março, e também a conhecerem e participarem da campanha financeira que irá nos ajudar a botar a Casa Marx de pé e fazer dela um espaço cada vez melhor para nos reunirmos e organizarmos!




Tópicos relacionados

Casa Marx   /    Rio de Janeiro   /    Marxismo   /    Rio de Janeiro   /    Teoria   /    Cultura

Comentários

Comentar