Mundo Operário

CORREIOS

Novo crime contra o Brasil: Temer e Kassab querem começar a privatizar os Correios

sexta-feira 1º de setembro| Edição do dia

Nesta quinta-feira (31) Gilberto Kassab, ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, anunciou que o governo pretende definir um plano de abertura de capitais para os Correios. Com o discurso de maior eficiência, Temer e seus ministros começam a privatizar uma das empresas mais antigas do país.

Em recente evento de tecnologia sobre a tecnologia 5G, Kassab afirmou a futura entrada de investidores privados no grupo de controle dos Correios. Seguindo na onda das privatizações anunciadas por Temer na semana passada, que inclui grandes empresas como Eletrobras, a abertura de capitais dos Correios vem para dar início ao processo de venda da empresa para investidores privados.

Além do plano de privatizações proposto pelo governo, a empresa estuda abrir outro PDV – Plano de demissão voluntário, na meta de demitir 5,48 mil funcionários. Algo que recentemente os correios já fizeram, demitindo 6 mil trabalhadores e fechando inúmeras agências.

Kassab e Temer chegaram a ressaltar que o governo não colocou abertamente os Correios no pacote de privatizações afirmando que estão estudando como suavizar o impacto da mesma, ou seja, de evitar resistência da categoria contra os plano de venda da empresa aos grandes empresários, afirmando que os Correios é uma empresa querida pela população, e que por isso a abertura de capital poderia ser "mais tranquila", mas evidentemente colocam este discurso porque querem evitar resistência da categoria que segue insatisfeita com a privatização, tem forte mobilização e pode resistir.

Além de atacar cada vez mais os trabalhadores dos Correios com a sobrecarga de trabalho causada pelas demissões e com o continuo sucateamento da estatal, com fechamento das agências, o governo quer avançar para privatizar a empresa. A abertura de capitais, não significa outra coisa senão, a abertura do processo de venda da empresa para os investidores.⁠⁠⁠⁠

Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS




Tópicos relacionados

Privatização   /    Correios   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar