Política

GREVE GERAL

Nova greve geral será em 30 de junho, anunciam centrais sindicais

Em reunião na manhã dessa segunda-feira, 5, as centrais sindicais fecharam acordo para a data da próxima paralisação nacional dos trabalhadores contra as reformas do governo Temer. Ela ocorrerá no dia 30 de junho. É fundamental construirmos desde comitês de base!

segunda-feira 5 de junho| Edição do dia

Após a paralisação realizada no 28 de abril, a maior em décadas, e a marcha em Brasília que se enfrentou com a dura repressão policial, as centrais sindicais (CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e A Pública- Central do Servidor) reuniram-se para deliberar a próxima ação contra as reformas de Temer.

Após protelar por muito tempo a convocação de um novo dia nacional de paralisação, o que deu fôlego para o governo avançar com ataques e Temer conseguir se manter, eles decidiram: será em 30 de junho o novo dia que a classe trabalhadora deverá cruzar os braços. Dentro do calendário de luta, as centrais também convocam para o dia 20 de junho um dia de mobilização nacional pela convocação da greve geral.

Precisamos assumir nas nossas mãos, pela base, a construção dessa greve, para que seja efetiva e um novo marco da luta por derrubar de vez as reformas e o Temer. É urgente que os sindicatos organizem assembléias democráticas em cada local de trabalho e que organizemos milhares de comitês de base, em cada local de trabalho, assim como também a juventude nos locais de estudo, sem esperar nem ter confiança de que a nossa luta será organizada "por cima" pelos sindicatos e centrais controlados.

A partir do Esquerda Diário colocamos nossas forças nessa perspectiva, de erguer mais um dia ainda maior de paralisação e luta do que foi o 28 de abril, rumo a uma greve geral que vá até derrubar Temer, suas reformas e impor uma Assembleia Constituinte onde possamos eleger representantes para debater os rumos do país.

Confira o calendário votado na reunião:

- 06 a 23 de junho: Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da GREVE GERAL.

- Dia 20 de junho: Dia de mobilização nacional com atos e panfletagens das centrais sindicais;

- 30 de junho: GREVE GERAL.




Tópicos relacionados

Greve geral   /    Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista   /    Greve   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar