PSL

“No meu gabinete tem duas pessoas armadas” diz deputado do PSL em ameaça a petistas

No Plénario da ALESP, nesta quinta-feira (20), os deputados Adalberto Freitas e Douglas Garcia, ambos do PSL-SP, ameaçaram em debate deputados do PT, fazendo referência a pessoas armadas em seu gabinete e à “problema de morte nesta Casa”. Nós do Esquerda Diário repudiamos fortemente essas ameaças.

sexta-feira 3 de maio| Edição do dia

A discussão teve início com a golpista Janaína Paschoal do PSL-SP, que atacou a Apeoesp e o PT à Bebel, ex-presidente do Sindicato. Por sua vez, o deputado Teonílio Barba, líder da Bancada petista, discursou sobre a defesa da democracia e diversidade de ideias.

O discurso que o seguiu no púlpito, por Adalberto Freitas, ameaçou Bebel e os petistas: “No meu gabinete tem duas pessoas armadas que me defendem. Se forem lá, no terceiro andar, 3109, peça para ir lá, e vou deixar aqui acertado, viu senhor presidente, se acontecer algum acidente nesta casa, se eu ter de defender a minha integridade e acontecer algum problema de morte nesta casa, a culpa vai ser da senhora, a culpa vai ser da senhora”.

Nós do Esquerda Diário repudiamos essas ameaças expressas pelo partido de Bolsonaro ao PT, independentemente de nossas diferenças políticas. Enquanto o PSL e o bolsonarismo esbravejam contra a “velha política”, fazem referência aos métodos mais antigos da política brasileira, a serviço descarregar a crise sobre os trabalhadores e o povo pobre.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    PSL   /    PT

Comentários

Comentar