DEPUTADO NACIONAL PELA FIT ARGENTINA

Nicolás Del Caño, deputado nacional da FIT, se soma ao ato contra Bolsonaro em SP

O deputado pela FIT (Frente de Esquerda, pela sigla em espanhol), do PTS (partido argentino "irmão" do MRT) participa da manifestação que ocorre agora em São Paulo contra o reacionário Jair Bolsonaro (PSL).

sábado 20 de outubro| Edição do dia

O deputado do PTS e da Frente de Esquerda viajou a São Paulo para participar das mobilizações contra o candidato de direita Jair Bolsonaro. Foram convocadas manifestações em todo o país para colocar nas ruas o rechaço à Bolsonaro, à extrema-esquerda e à agenda de ataques que preparam para os trabalhadores.

Nicolás Del Caño disse que as eleições brasileiras, que acontecerão na próxima semana, "são parte de um processo de golpe", e sublinhou que "a única maneira de derrotar a ascensão do Bolsonaro ultra-direitista é com a mobilização e a luta nas ruas".

O deputado, que é referência internacional da esquerda, também alertou sobre o caráter misógino, racista e mais criminoso contra a pobreza que o projeto Bolsonaro tem, e ressaltou que "o plano do governo é muito claro: quer avançar com privatizações, abertura da economia e um programa de ataques neoliberais aos direitos dos trabalhadores brasileiros. Se a direita de Bolsonaro avançar no Brasil, o ajuste de Macri e os governadores na Argentina também serão fortalecidos, sem mencionar os planos do FMI e do imperialismo para todo o continente.", ele completou.

Del Caño também lembrou que "Nós do PTS-Frente de Izquierda e de nossa organização irmã no Brasil, o Movimento Revolucionário de Trabalhadores, chamamos criticamente a votar no candidato do PT, Fernando Haddad, porque compartilhamos com grande parte do povo brasileiro a clareza de que é urgente derrotar o candidato fascista".

Além disso, o dirigente de esquerda ressaltou que este este chamado ao voto é bastante crítico, pois "fazemos isso sabendo que o PT facilitou o avanço da direita de implementar planos de ajuste quando era governo e depois se recusou a mobilizar milhões de trabalhadores nas ruas para enfrentar o golpe e a prisão de Lula. Também fazemos isso sabendo que só vamos derrotar o avanço do autoritarismo da direita por meio de lutas e de um programa para que os capitalistas paguem pesa crise".




Tópicos relacionados

Mulheres Contra Bolsonaro   /    PTS   /    Nicolás del Caño    /    Argentina   /    Bolsonaro   /    Internacionalismo   /    Frente de Esquerda e dos Trabalhadores (FIT)   /    PTS na FIT

Comentários

Comentar