Sociedade

ENCHENTES SÃO PAULO

Não é a chuva, é o capitalismo! 7 Medidas emergenciais para enfrentar a crise de responsabilidade do governo Doria

segunda-feira 10 de fevereiro| Edição do dia

7 Medidas emergenciais para enfrentar a crise de responsabilidade do governo Doria:

1- Liberar todos os trabalhadores, efetivos e terceirizados, sem descontos de salários.

2- Liberação das catracas dos ônibus, trens e metrô para que a população possa retornar para suas casas.

3- Disponibilização imediata de prédios públicos para deslocamento de população em área de risco, além de garantia de meios seguros para deslocar todos os que estão em risco.

4- Que a população tenha acesso às informações sobre o aumento do nível dos rios e da quantidade de chuvas para evitar futuras tragédias.

5- Indenização imediata do governo a todas as famílias afetadas.

6- Revogação da MP 905 de Bolsonaro, que, entre outras medidas, desconsidera os acidentes de trajeto de ida e volta como parte dos acidentes de trabalho.

7- Impostos progressivos sobre as grandes fortunas e fim de isenções fiscais para poder destinar investimento público a uma reforma urbana radical.




Tópicos relacionados

Enchentes   /    João Doria   /    PSDB   /    Sociedade   /    São Paulo   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar