Política

RIO DE JANEIRO

Não ao pacote de maldades de Pezão!

terça-feira 1º de novembro| Edição do dia

Os deputados vão votar um pacote que vai aprofundar os ataques que o funcionalismo do estado do RJ vem sofrendo com a crise fiscal. Querem acabar com a obrigação do pagamento em dia de salários e benefícios, ameaçam de demissão e aumento da contribuição da previdência, confiscando 23% de nossos salários.

A vitória de Crivella nas urnas não foi o principal fato político nessa eleição, mas sim a força social que se expressou com 1 milhão 163 mil de pessoas buscando uma alternativa à esquerda do PT com seu voto em Freixo. Uma força social para enfrentar os ataques que estão por vir dos governos golpistas de Temer, Pezão e Crivella.

Temos que enfrentar com a força das ocupações, greves, e lutas que estão ocorrendo no Rio de Janeiro e exigir que a CUT, CTB rompam a trégua com o governo Temer e coloquem suas forças a serviço dessas batalhas para que possam ser verdadeiramente massivas e vencer! E é preciso defender um programa anticapitalista para fazer com que os capitalistas paguem pela crise, como a taxação das grandes fortunas e fim dos impostos aos pobres, e não pagar a dívida aos banqueiros.




Tópicos relacionados

Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar