Gênero e sexualidade

MULHERES SEM-TERRA

Mulheres sem-terra ocupam fazenda de médico estuprador, no interior de São Paulo

No dia mundial de combate à violência contras as mulheres, 25 de novembro, a fazenda de Roger Abdelmassih é ocupada por cerca de 200 mulheres do Movimento Sem Terra(MST) na região de Avaré, interior de SP.

segunda-feira 27 de novembro| Edição do dia

Cerca de 200 mulheres do MST ocuparam uma fazenda em Avaré, interior de São Paulo dia 25, dia Internacional de combate à violência contra as mulheres. Em caráter simbólico, essas mulheres ocuparam uma fazem que pertence ao ex-médico e estuprador, Roger Abdelmassih, condenado a 181 anos de prisão por ter praticado 48 estupros a 37 mulheres. Hoje, Roger cumpre prisão domiciliar. Ele também é condenado por sonegar impostos.

Ele é dono da empresa Agropecuária Sovikajumi, que já teve 18 fazendas de cultivo de laranja na região de Avaré. O médico é sogro de José Luiz Cutrale, um dos maiores exportadores de suco de laranja do mundo, que é denunciado pelo MST desde 2009 como grileiro invasor de terras públicas da União na região de Iaras, Agudos e Borebi.




Tópicos relacionados

Mulheres   /    MST   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar