Sociedade

PRESÍDIOS INSALUBRES

Mulheres são atacadas por ratazanas em presídio feminino de Rondônia

quinta-feira 15 de março| Edição do dia

Em vídeo, animais aparecem circulando pelo pátio e por celas, em Porto Velho.Imagens foram enviadas ao MP-RO, TJ-RO Defensoria e Direitos Humanos.

O presídio feminino de Porto Velho foi invadido por centenas de ratazanas. Segundo detentas que cumprem pena na unidade prisional, a situação é tão grave que elas estão sendo atacadas e até mordidas pelos roedores. Uma demonstração, entre tantas outras, da situação desumana que estão submetidas as mulheres em presídios pelo país.

Veja também: Gravida de 9 meses está p´resa por roubar comida para alimentar seus filhos

Em entrevista ao G1 uma das presas afirma que “a gente não consegue matar as ratazanas. A gente convive com xixi de rato. A nossa situação é precária", diz.
Além da infestação de ratazanas, a capacidade do presídio que seria de 79 pessoas, atualmente comporta cerca de 130 presas.

Após a denúncia feita pelo Singeperon, a Justiça de Rondônia determinou a interdição do presídio no fim da tarde desta quarta-feira e que o estado retire as mulheres do presídio em um prazo de 48 horas.

Em nota, a Sejus diz que vai transferir as presas para um presídio novo que já está pronto, mas que ainda não foi inaugurado.




Tópicos relacionados

Sociedade

Comentários

Comentar