Cultura

FLIP 2017

Mulheres e negros serão protagonistas da FLIP 2017

A 15º edição da Festa Literária Internacional de Paraty que começará nessa quarta feira dia 26, e homenageará o escritor Lima Barreto, será a edição com maior presença de mulheres escritoras nas mesas e escritores negros. A FLIP desse ano é capitaneada pela jornalista Josélia Aguiar.

Gabriela Farrabrás

São Paulo | @gabriela_eagle

terça-feira 25 de julho| Edição do dia

Aparentemente, as críticas que foram feitas ano passado, principalmente por escritoras negras, de que a festa, apesar de homenagear a escritora Ana Cristina César, continuava em sua maioria constituída por escritores homens e brancos. Mesmo sendo a escritora homenageada, só esteve presente como tema em duas mesas da programação.

A grande vitória foi a escolha do homenageado desse ano, o escritor maldito Lima Barreto, escritor negro e carioca que viveu entre 1881 e 1922. A curadoria da festa ficou a cargo da jornalista Josélia Aguiar, que desde a escolha do homenageado procurou incluir construir uma programação que trouxesse diversidade. Dessa forma, os negros e as mulheres são maioria não só nas figuras dos palestrantes (30% dos convidados são negros), como também nos próprios temas das mesas, muitas tendo como enfoque a literatura produzidas por esses setores.

Outra novidade dessa edição é a tentativa de que a festa não seja algo alienígena a comunidade da cidade de Paraty. Dessa forma, buscando a integração com a cidade, as mesas ocorrerão no auditório da Igreja da Matriz, e no auditório da Praça.

Abaixo destacamos as principais atrações de cada dia do evento oficial, bem como eventos paralelos que tomam a cidade nessa época:

(Confira a programação na integra aqui)

Quarta feira 26/07

17H Palestra de Amyr Klink: A marca de nosso destino e o turismo náutico
Local Câmara de Vereadores Centro Histórico

19H15 Sessão de Abertura: Lima Barreto: Triste Visionário
Mesa com Felipe Hirsch, Lázaro Ramos e Lila Schwarz
Local: Auditório da Matriz

21H30 Show de Abertura: Suíte Policarpo
Com André Mehmari
Local: Auditório da Praça

Quinta feira 27/07

10H Mesa Zé Kleber: Aldeia
Com Álvaro Tukano Ivanildes, Kerexu Pereira e Laura Maria dos Santos
Local: Auditório da Praça
Álvaro Tukano Ivanildes e Kerexu Pereira são lideranças indígenas, e Laura Maria dos Santos uma quilombola. Mais uma tentativa de fazer a comunidade de Paraty presente na festa.

12H Arqueologia de um autor
Com Beatriz Resende, Edmilson de Almeida Pereira e Felipe Botelho Correa
Local: Auditório da Matriz

15H Pontos de fuga + Fruto estranho
Com Carol Rodrigues, Djamila Pereira de Almeida, Natalia Borges Polesso e Fruto estranho por Josely Vianna Baptista
Essa mesa é especialmente interessante por trazer três vozes da novíssima literatura em língua portuguesa.

17H Oficina e bate papo com Jarrid Arraes escritora e cordelista, autora do livro As lendas de Dandara e Heroínas Negras Brasileiras.
Local: Casa da Porta Amarela

19H Slam das Minas SP + Rio de Janeiro
Local: Casa da Porta Amarela

21H30 Em nome da mãe
Com Noemi Jaffe e Scholastique Mukasonga
Local: Auditório da Matriz
Noemi Jaffe é brasileira filha de uma sobrevivente de Auschwitz. Scholastique é ruandesa tutsi, que perdeu a família no genocídio, e declara que começou a escrever para que suas palavras servissem de mortalha aos seus parentes mortos. A mesa promete debater a sobrevivência e as cicatrizes deixadas pela guerra, no corpo e na literatura.

Sexta feira 28/07

10H A pele que habito
Com Joana Gorjão Henriques e Lázaro Ramos
Local: Auditório da Praça
Trará uma discussão sobre a questão racial.

12H Moderno antes dos modernistas
Com Antônio Arnoni Prado e Luciana Hidalgo
Os convidados discutirão a linguagem do homenageado da festa.

15H Subúrbio + Fruto estranho
Com Beattriz Resende, Luiz Antonio Simas discutindo a presença da cidade do Rio de Janeiro na obra de Lima Barreto. Fruto estranho com Prisca Agustoni.
Local: Auditório da Matriz

18H ‘Sexta básica’ com ‘sarau balcão poético’ e o ‘Cordel da OFF’, um sarau capitaneado por Seu Maia.
Local: Núcleo de Mídias Arte e Tecnologias – Portal das Artes.

19H15 A contrapelo + Fruto estranho
Com Carlos Nader e Diamela Eltit. Ele um documentarista brasileiro que já contou a história de Waly Salomão. Ela uma escritora feminista e experimental chilena. Fruto estranho com Ricardo Alejo
Local: Auditório da Matriz

21H30 Por que escrevo
Com Deborah Levy e William Finnegan
Local Auditório da Matriz
Uma escritora nascida na África de Sul do apartheid e um jornalista que cobriu conflitos na África conversando sobre as diferentes motivações de um escritor.

22H Sarau PoeMatrix
Sarau multimídia que está em sua quarta edição
Local: La Luna Bistrô de Praia – Praia de Jabaquara

Sábado 29/07

12H Foras de série
Com Ana Miranda e João José Reis
Local: Auditório da Matriz

15H Kanguei no Maiki – Peguei no microfone + Fruto estranho
Luaty Beirão e Maria Valéria Rezende discutem resistência e liberdade. Luaty é um rapper que fez um diário da prisão em Angola quando foi preso com livros considerados subversivos. Maria Valéria é uma escritora que se dedicou a educação popular no sertão durante a ditadura. Fruto estranho com poeta Adelaide Ivanova.

19H15 Trotski e os Trópicos + Fruto estranho
Com Leila Guerriero e Patrick Deville. Fruto estranho com André Valias
Local: Auditório da Matriz

20H Minicopa de poemas curtos
Local: Tenda da Agenda 21

21H Picareta Cultural
O já tradicional e divertido encontro anárquico de poetas e cachaça da terra de Paraty, capitaneado pelo poeta Caio Camacho
Local: Tenda da Agenda 21

23H Show da OFF
Local: Tenda da Agenda 21

Domingo 30/07

12H Amadas
Com Ana Maria Gonçalves e Conceição Evaristo
Uma Homenagem a outras vozes femininas e da diáspora negra como Angela Davis, Audre Lorde, Carolina de Jesus, Josefina Herrera, Nina Simone, Noêmia de Sousa, /Odete Semedo, Paulina Chiziane e Toni Morrison.




Tópicos relacionados

Cultura   /    Negr@s

Comentários

Comentar