VIOLÊNCIA MACHISTA EM CAMPINAS

Mulher tem corpo queimado por marido em Campinas

quarta-feira 27 de fevereiro| Edição do dia

FOTO: Gustavo Porto/EPTV

Mais uma caso, revoltante, de violência machista em Campinas. Nesta quarta-feira (27) uma mulher foi socorrida em estado gravíssimo em estabelecimento comercial no Parque Vista Alegre (DIC), em Campinas (SP). Ela teve o corpo queimado pelo marido. A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital de Clínicas da Unicamp.

Em vídeos amadores é possível ouvir o autor do crime falando para “deixar queimar” o corpo já ferido da mulher. Vizinhos relataram que houveram discussões no período da manhã entre o casal. Aparentemente, o marido não aceitaria o fim do relacionamento. Outra tentativa de feminicídio que acomete milhares no Brasil.

Os dados de agressões contra a mulher são alarmantes. São 536 mulheres agredidas a cada hora, cerca de 9 por minuto. A maior parte das mulheres sofrem agressão dentro de casa e por pessoas conhecidas ou familiares.

A poucos dias antes do dia internacional da mulher, 8M, em que milhares de mulheres se organizam no mundo inteiro para lutar contra a violência patriarcal da sociedade capitalista, devemos mobilizar cada uma que se indigna contra a violência dentro e fora de casa. Contra um governo que diz que as mulheres são uma “fraquejada” como declarou Bolsonaro e quer atacar duramente as mulheres e o conjunto da classe trabalhadora, as mulheres podem mostrar que somos uma força imparável nesse 8 de março capaz de superar o machismo e o capitalismo.




Tópicos relacionados

Campinas   /    Jair Bolsonaro   /    Machismo

Comentários

Comentar