Política

ATO CONTRA O GOLPE

Muito mais que 40, dezenas de milhares tomam às ruas contra o golpe!

Segue a manifestação em São Paulo contra o golpe institucional, com dezenas de milhares.

domingo 4 de setembro| Edição do dia

A manifestação teve início às 16h30 no vão do MASP, na Av. Paulista. Conforme foi seguindo em marcha, o ato foi incorporando novos manifestantes e aumentando seu tamanho. O ato deve percorrer um total de 5km. Saiu da Av. Paulista, seguiu pela Av. Rebouças e se aproxima do Largo da Batata, na Av. Faria Lima, enquanto o final do ato encontra-se ainda na Av. Rebouças, altura da Rua Alves Guimarães, há cerca de 2,5 km do início.

O Esquerda Diário fez uma estimativa preliminar e avalia que a manifestação já conta com cerca de 90 mil manifestantes. A organização do ato fala em mais de 100 mil pessoas e a Polícia Militar disse não ter ainda uma estimativa.

colocamos aqui a declaração de Diana Assunção direto da manifestação. A candidata a vereadora do MRT pelo PSOL declarou ao Esquerda Diário:

"O ato foi uma importante demonstração de forças, pois foi composto por muitas setores da juventude e de trabalhadores, que estão dispostos a travar um forte combate contra Temer e os golpistas. Essa demonstração de forças mostra que é possível construir uma saída independente do PT, que não se adapte à política de "Diretas Já" e "Volta Lula", realidade que o PT e a organização do ato tentaram impor aqui. Com a perspectiva que defendemos em nossa declaração, nós do MRT somos centenas hoje na manifestação, na batalha pela construção dessa saída independente, cantando músicas que denunciam não apenas o governo golpista, como também que "Diretas Já" não é a solução e queremos ver a construção de uma greve geral, como nunca vimos em 13 anos de PT."

Veja abaixo mais imagens da manifestação, publicadas pela Mídia Ninja:











Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    Governo Temer   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar