Política

ELEIÇÕES 2018

Mourão escancara seu racismo elogiando "branqueamento da raça"

domingo 7 de outubro| Edição do dia

Ao desembarcar em Brasilia, na noite dese último sábado, o vice de Bolsonaro general Hamilton Mourão apresentou seu neto que o acompanhava dizendo "meu neto é um cara bonito, viu ali? Branqueamento da raça", em mais uma amostra de que sua chapa não faz questão nenhuma de esconder o seu caráter racista.

Mourão já havia dito publicamente frases como “Temos uma certa herança da indolência, que vem da cultura indígena” e “a malandragem é oriunda do africano”, e também defendeu, por mais de uma vez, o fim do 13° salário.

Também em sua chegada em Brasilia Mourão comemorou o apoio dos setores mais reacionários da política, a chamada bancada dos três Bs (boi, bala e bíblia), que declararam apoio a Jair Bolsonaro.

É com o agronegócio, os militares e a bancada evangélica que Mourão e Bolsonaro já anunciaram que governarão, se eleitos, para aprovar as reformas contra a classe trabalhadora.

Com grande hipocrisia, o general também comentou que que seus apoiadores pensam na possibilidade de uma vitória já no primeiro turno, mas que uma segunda rodada seria bom, já que o debate "seria bom porque seria explicitado realmente... parar de atirar abaixo da linha da cintura e falar o que é verdade, o que interessa.", deixando claro que no caso de um segundo turno irão fazer uma campanha ainda racista, homofóbica e machista, além de defender a maior deterioração das condições de vida dos trabalhadores. Mas vale lembrar que Bolsonaro só esteve em um debate durante a campanha. No último, já em casa após a facada que sofreu, se recusou a partir alegando recomendação médica, mas durante o debate deu entrevista a emissora Record.




Tópicos relacionados

Hamilton Mourão   /    Extrema-direita   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Racismo   /    Política

Comentários

Comentar