Juventude

VIOLÊNCIA CONTRA OS JOVENS

Morte por homicídio aumenta entre os jovens

terça-feira 30 de junho de 2015| Edição do dia

Em uma comparação internacional entre 85 países, o Brasil só fica atrás de México e El Salvador. O índice compara a taxa de mortes por homicídio de jovens entre 15 e 19 anos. O Brasil apresenta uma taxa de 54,9 mortes por cem mil jovens nesta faixa de idade. A África do Sul, por exemplo, apresenta um índice de 14, 4 e ocupa a oitava posição.

Em 2003 a triste liderança neste índice sombrio era da região sudeste. Dez anos depois, o nordeste é a região que apresenta taxas mais alarmantes de homicídios entre jovens. No sudeste, mesmo com uma redução nestes dez anos, os homicídios continuam apresentando altos índices.

Todos os números do estudo mostram a relação que existe entre a pobreza, a falta de estudos e a cor da pele no número de mortes por homicídios. Não é segredo para ninguém, morrem muito mais negros do que brancos, morrem muito mais pobres que ricos.

Para Marcelo Pablito, diretor do Sindicato dos Trabalhadores da USP ameaçado de demissão por lutar pelas cotas raciais na universidade afirmou “nenhum dos dois projetos em discussão apresenta uma resposta para a juventude, maior vitima do trafico de drogas e da repressão policial. Tanto a redução da maioridade penal, como a proposta de ampliação do templo de reclusão de menores de três para oito anos, costurada entre Dilma, o PT e o PSDB, acenam apenas com mais repressão contra a juventude. Além de só agravar a violência social, expressa nestes números divulgados hoje, essas medidas também visam calar a juventude que vem cada vez mais se organizando e lutando pelos seus direitos depois de junho de 2013.”




Tópicos relacionados

Maioridade Penal   /    Maioridade Penal   /    Juventude

Comentários

Comentar