MORTES POR CORONAVÍRUS

Morrem 1346 pessoas em 24h, pior dia em 4 semanas: Bolsonaro e governadores são responsáveis

Já são mais de 2 milhões de casos, fruto da política assassina de Bolsonaro e governadores, que conta com o aval do STF, sacrificando vidas operárias em prol do lucro dos patrões.

quarta-feira 22 de julho| Edição do dia

Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

A crise sanitária segue avançando e deixando seu rastro de sangue. Somente nas últimas 24 horas, o Brasil registrou 1.346 mortes notificadas. É o segundo país do mundo em número de contaminados e mortos pelo novo coronavírus. Foram também 44 887 novos casos confirmados de infecção, segundo dados do levantamento realizado pelas secretarias estaduais de Saúde.

No total, 81.597 vidas já foram perdidas por causa da COVID-19 e 2.166.532 pessoas foram infectadas. O País contabilizou mais de 100 mil novos casos em apenas quatro dias. Nos últimos sete dias, o Brasil registrou uma média diária de 1.048 óbitos registrados por COVID-19. Se o número oficial trilha seu rumo para a marca dos 100 mil mortos, o número real pode ter ultrapassado essa marca ainda no mês passado, como mostramos nesse levantamento.

O Estado de São Paulo chegou a 20.171 mortes por novo coronavírus nesta terça-feira, das quais 383 foram registradas nas últimas 24 horas. O número de casos confirmados é de 422 669, um acréscimo de 6.235 casos. O Rio de Janeiro é o segundo Estado com mais vítimas fatais (12 293). Em terceiro vem o Ceará (7.305). Na sequência estão: Pernambuco (6.089), Pará (5.581), Amazonas (3.169), Bahia (2 936), Maranhão (2.778), Minas Gerais (2.071) e Paraíba (1.558).

No entanto, é importante frisar que essas mortes não vieram do nada. São fruto das políticas adotado pelo governo Bolsonaro e Mourão, e pelos governadores, com o aval do STF. Frente a pandemia, não aplicaram nenhuma testagem massiva, não estatizaram o sistema privado de saúde, não reconverteram a indústria para a produção de insumos enfim, não fizeram nenhuma real combate a pandemia. O resultado é esse massacre que vislumbramos hoje. E agora os governadores, com o aval do STF, promovem uma reabertura da economia por fora de qualquer critério sanitário

Frente a isso fica claro como todos os atores do regime contribuíram para o massacre que vemos hoje em prol do lucro. Por isso, podemos apenas confiar na classe trabalhadora para responder à crise sanitária, lutando por um plano operário de combate à pandemia, que levante a necessidade de tirar Bolsonaro, Mourão e os militares, sem nutrir nenhuma expectativa no STF e nos Governadores!




Tópicos relacionados

Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Coronavírus e racismo   /    Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Saúde

Comentários

Comentar