Política

TRF-4 DECIDE SOLTAR LULA

Moro contesta decisão de desembargador do TRF-4 e quer manter prisão arbitrária de Lula

domingo 8 de julho| Edição do dia

O juiz Sergio Moro emitiu um despacho afirmando que desembargador do TRF-4 que concedeu liminar para que Lula seja solto não tem competência para isso. Ele disse que a prisão deve ser mantida, fazendo o que pode para manter a condenação de Lula mesmo com uma decisão judicial em caráter liminar que ressalta sua arbitrariedade.

Ele afirma que para resolver o impasse entre ele e o desembargador plantonista do TRF-4 que concedeu a liminar, a questão deve ser decidida por João Pedro Gebran Neto, um dos desembargadores que julgou procedente a prisão de Lula no TRF-4.

Veja o despacho de Moro:

PDF - 164 KB



Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    Julgamento de Lula   /    Operação Lava-Jato   /    Sérgio Moro   /    "Partido Judiciário"   /    Operação Lava Jato   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar