Mundo Operário

CORONAVÍRUS

ABSURDO: Correios libera 5 reais por funcionário para compra de álcool em gel

Como já viemos denunciando aqui, os Correios, uma das maiores estatais do Brasil com quase 100 mil funcionários, não estava tomando nenhuma medida de prevenção frente a crise do Coronavírus. O Esquerda Diário recebeu denúncias de que somente hoje, 18 de março, a empresa liberou 5 reais por funcionário para fazer a compra de álcool em gel, uma verdadeira miséria para os trabalhadores.

quarta-feira 18 de março| Edição do dia

A ‌empresa‌ ‌hoje‌ ‌liberou‌ ‌5‌ ‌reais‌ ‌por‌ ‌funcionário‌ ‌para‌ ‌que‌ ‌os‌ ‌gerentes‌ ‌possam‌ ‌
procurar‌ ‌lojas‌ ‌que‌ ‌vendam‌ ‌o‌ ‌álcool‌ ‌em‌ ‌gel‌ ‌a‌ ‌pagar‌ ‌em‌ ‌40‌ ‌dias.‌ ‌Um‌ ‌verdadeiro‌ ‌
absurdo‌ ‌que‌ ‌a‌ ‌política‌ ‌de‌ ‌prevenção‌ ‌dos‌ ‌Correios‌ ‌seja‌ ‌dar‌ ‌míseros‌ ‌5‌ ‌reais‌ ‌para‌ ‌
compra‌ ‌de‌ ‌álcool‌ ‌em‌ ‌gel,‌ ‌que‌ ‌chega‌ ‌a‌ ‌triplicar‌ ‌de‌ ‌valor‌ ‌por‌ ‌conta‌ ‌da‌ ‌ganância‌ ‌
capitalistas‌ ‌das‌ ‌empresas.‌ ‌Além disso, o produto é para ser usado apenas quando os trabalhadores estiverem na ativa e priorizando os que trabalham em atendimento, ou seja, não é para todos.

Como‌ ‌já‌ ‌viemos‌ ‌denunciando,‌ ‌a estatal, ‌presidida ‌pelo‌ ‌‌General‌ ‌Floriano‌ ‌Peixoto,‌ ‌
não‌ ‌apresentou‌ ‌nenhuma‌ ‌política‌ ‌de‌ ‌prevenção‌ ‌real‌ ‌ao‌ ‌Coronavírus‌ ‌para‌ ‌seus‌ ‌
trabalhadores,‌ ‌segue‌ ‌com‌ ‌seu‌ ‌funcionamento‌ ‌normal‌ ‌como‌ ‌se‌ ‌nada‌ ‌tivesse‌ ‌
acontecendo.‌ ‌ ‌

Não‌ ‌há‌ ‌materiais‌ ‌adequados‌ ‌para‌ ‌prevenção,‌ ‌como‌ ‌máscaras,‌ ‌luvas‌ ‌e‌ ‌álcool‌ ‌em‌ ‌
gel,‌ ‌como‌ ‌mostra‌ ‌na‌ ‌nova‌ ‌orientação‌ ‌da‌ ‌empresa.‌ ‌Idosos‌ ‌e‌ ‌mães,‌ ‌cujos‌ ‌filhos‌ ‌não‌ ‌
vão‌ ‌ter‌ ‌mais‌ ‌escolas‌ ‌para‌ ‌ficarem,‌ ‌não‌ ‌tinham recebido nem mesmo ‌alternativa‌ ‌para‌ ‌dispensa‌ ‌de‌ ‌suas‌ ‌atividades‌ ‌normais,‌ o que só foi corrigido agora. Mas ‌além‌ ‌disso‌ ‌o‌ ‌General‌ ‌presidente‌ ‌da‌ ‌empresa‌ ‌ainda‌ ‌deu‌ ‌declarações‌ ‌dizendo‌ ‌que‌ ‌o‌ ‌trabalho‌ ‌tende‌ ‌a‌ ‌aumentar,‌ ‌devido‌ ‌ao‌ ‌grande‌ ‌número‌ ‌de‌ ‌pessoas‌ ‌em‌ ‌casa‌ ‌que‌ ‌fazem‌ ‌comprar‌ ‌online.‌ ‌ ‌

A‌ ‌realidade‌ ‌miserável‌ ‌a‌ ‌que‌ ‌os‌ ‌trabalhadores‌ ‌dos‌ ‌Correios‌ ‌são‌ ‌submetidos,‌ ‌
expressa‌ ‌a‌ ‌grande‌ ‌hipocrisia‌ ‌dos‌ ‌governos‌ ‌em‌ ‌tratar‌ ‌da‌ ‌crise‌ ‌do‌ ‌Coronavírus,‌ ‌
enquanto‌ ‌fazem‌ ‌discursos‌ ‌de‌ ‌que‌ ‌cada‌ ‌um‌ ‌deve‌ ‌ter‌ ‌responsabilidade‌ ‌e‌ ‌ficar‌ ‌em‌ ‌
casa de quarentena,‌ ‌obriga‌ ‌milhares‌ ‌a‌ ‌trabalharem,‌ ‌com‌ ‌transporte‌ ‌público‌ ‌lotado,‌ ‌sem‌ ‌nem‌ ‌mesmo‌ ‌políticas‌ ‌de‌ ‌prevenção‌ ‌corretas,‌ ‌e‌ ‌não‌ ‌dão‌ ‌nenhuma‌ ‌saída‌ ‌à ‌falta‌ ‌de‌ ‌leitos‌ ‌nos‌ ‌hospitais,‌ ‌aos‌ ‌poucos‌ ‌testes‌ ‌que‌ ‌estão‌ ‌sendo‌ ‌feitos‌ ‌e‌ ‌a‌ ‌falta‌ ‌de‌ ‌funcionários‌ ‌da‌ ‌saúde para a demanda necessária.

Por isso, nós do Esquerda Diário, defendemos 9 medidas emergenciais para combater a crise do coronavírus, que vai desde a liberação imediata de todos os idosos e pessoas em grupos de risco à defender um SUS 100% estatal e controlado pelos trabalhadores e população. Só assim é possível dar uma saída de fundo à crise do coronavírus e evitar mais mortes. ‌




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Correios   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar