Política

PSDB

Mirando a presidência, Alckmin confirma intenção de saída do PSDB do governo

Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo e pré-candidato à Presidência, afirma intenção de saída do PSDB do governo Temer, assim que assumir a presidência do seu partido em convenção no próximo dia 9.

quarta-feira 29 de novembro| Edição do dia

A afirmação foi feita pelo tucano em entrevista à radio Bandeirantes nesta terça-feira dia 28. Ainda afirma que apesar do desembarque do governo promete que vai manter apoio à “todas reformas que sejam de interesse do Brasil”(no caso o Brasil dos empresários e latifundiários).

A decisão aprofunda ainda mais o desconforto da sigla com o planalto e o PMDB que têm intenções de formar uma frente centro-direita com partidos como PSDB, DEM, PSD, PRB e PP.

Está marcada para o próximo dia 2 conversa com Michel Temer para acertar saída do PSDB do governo. Alckmin está procurando se lançar como um possível candidato à presidência para as eleições de 2018, não se destaca dos planos dos atuais governos: quer aprofundar as privatizações, precarizar ainda mais os postos de trabalho se apoiando na Reforma Trabalhista aprovada pelo governo Temer. Assim como, faz suas alianças com os capitalistas, Alckmin tenta se provar como nova alternativa.

Enquanto isso, Lula, que perdoa os golpistas que hoje destroem os direitos trabalhistas que foram conquistados com árduas lutas dos trabalhadores, volta a estabelecer alianças com os mesmos políticos e partidos golpistas.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Michel Temer   /    Alckmin   /    Política

Comentários

Comentar