Gênero e sexualidade

MACHISMO

Ministro do Turismo defende machismo de torcedores na Copa pois "ninguém morreu"

O Ministro do Turismo Vinicius Lummertz, minimizou o caso de assédio realizados por brasileiros na Copa do Mundo da Rússia. O político afirmou que o caso não foi tão grave já que não “morreu ninguém”, e também alega que os brasileiros estão intolerantes com essas “falhas humanas”.

terça-feira 26 de junho| Edição do dia

O Ministro do Turismo Vinicius Lummertz, minimizou o caso de assédio realizados por brasileiros na Copa do Mundo da Rússia. O político afirmou que o caso não foi tão grave já que não “morreu ninguém”, e também alega que os brasileiros estão intolerantes com essas “falhas humanas”.

“A repercussão foi grande por causa das redes sociais, não pelo fato em si. Porque não morreu ninguém, ninguém foi assassinado. Perante o mundo real, eu entendo o simbolismo, mas o simbolismo não representa nada estatisticamente”, afirma Lummertz.

O ministro ainda continua dizendo que “nós estamos em uma era, no Brasil, em que agimos como se as pessoas fossem obrigadas todas a serem perfeitas e ninguém pudesse cometer erros” - “As pessoas se preocupam com tolices, bobagens cometidas por cinco ou seis pessoas em 70 mil. Estamos deformando as coisas no país. O Brasil é um país também adolescente na forma de avaliar as coisas. As pessoas que agiram mal, elas agiram mal. Está errado, e ai? Qual o problema?”. Lummertz ainda diz que os brasileiros deviam estar mais preocupados com os “62 mil assassinatos e recordes de acidentes de trânsito do planeta”.

Em um país como o Brasil onde 12 mulheres são assassinadas todos os dias, a maioria sendo negras, uma mulher é estuprada a cada 11 minutos, não pode se dizer que o assédio feito pelos brasileiros com a mulher russa foi apenas uma “bobagem”. É completamente absurdo as falas do ministro querendo minimizar o assédio ocorrido, que expressa o mais brutal do machismo e misoginia direcionado contra as mulheres em nossa sociedade. O ato de “brincadeira” com as mulheres russas não pode ser tratado com descaso, tem que ser denunciado e repudiado. Nós do Esquerda Diário repudiamos completamente o assédio feita pelos torcedores brasileiros.




Tópicos relacionados

Copa do Mundo   /    Assédio   /    Machismo   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar