Política

CORONAVÍRUS

Ministro da Saúde cancela compra de 15mil respiradores

Novamente, os capitalistas retêm os recursos que deveriam ser investidos em prol da classe trabalhadora, quando o atual Ministro da Saúde, Nelson Teich, cancela a compra de 15 mil respiradores produzidos na China num momento em que milhares de pessoas sofrem e morrem com o Covid-19.

segunda-feira 27 de abril| Edição do dia

Novamente, os capitalistas retêm os recursos que deveriam ser investidos em prol da classe trabalhadora, quando o atual Ministro da Saúde, Nelson Teich, cancela a compra de 15 mil respiradores produzidos na China num momento em que milhares de pessoas sofrem e morrem com o Covid-19. Pela falta de EPIs e leitos, essas pessoas são obrigadas à voltar para suas casas, mesmo apresentando os sintomas do coronavírus, sem atendimento médico adequado e nem saberem se estão ou não contaminadas por não terem ao menos acesso aos testes, causando assim a possível proliferação do vírus e mortes.

A ação tomada pelo Ministro da Saúde do governo de Bolsonaro em anular a compra de respiradores é homicida, uma vez que esses aparelhos são fundamentais para os pacientes que não conseguem respirar sozinhos. Diante da pandemia do Covid-19, tal medida agrava mais o estado de calamidade onde milhares de pessoas estão sendo deixadas para morrer. Mesmo assim, os capitalistas preferem (e isso não é novidade) sucatear ainda mais os setores da saúde a favor da retenção de lucros em detrimento da vida dos trabalhadores, na qual vários hospitais já encontram-se sem EPIs e leitos suficientes para tratar todos doentes.

Diante dessas injúrias à classe trabalhadora, ressaltamos a importância do controle operário para que nossas reivindicações sejam concretizadas Não serão os capitalistas que trarão algum resultado benéfico à nós nesta crise sanitária e econômica. Enquanto eles lucram, vários de nós morremos dia após dia. É necessário reverter os lucros à favor daqueles que o produziram, nós, trabalhadores e trabalhadoras, para que nossos direitos sejam atendidos e, assim, vidas sejam salvas




Tópicos relacionados

Nelson Teich   /    Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar